Xiaomi Mi Pad 4: O novo tablet que a Xiaomi tem na manga


Por em

Hoje em dia assistimos ao lançamento de smartphones com ecrãs cada vez maiores. Na prática isto significa que muitos deles têm a capacidade de substituir os tablets, permitindo uma utilização confortável, quer seja para trabalhar ou para jogar. Mas, os tablets não estão mortos e têm uma palavra a dizer. A provar isto mesmo está o facto da Xiaomi já estar a trabalhar num novo equipamento com o nome de código Mi Pad 4.

Foi exatamente a propósito deste equipamento que a equipa do site XDA Devolopers partilhou algumas das especificações, graças aos ficheiros de firmware que lhe chegaram às mãos.

Xiaomi Mi Pad 4

Ainda não sabemos tudo acerca deste equipamento. No entanto sabemos que terá um ecrã com a proporção da moda de 18:9. A isto junta-se uma densidade de pixéis de 320ppi (pixéis por polegada). Destaca-se também uma bateria de 6,000 mAh. Ainda voltando ao ecrã do Xiaomi Mi Pad 4, deveremos encontrar um painel LCD.

Xiaomi Mi Pad 4: O mesmo processador do Xiaomi Mi 6X

Os ficheiros de firmware também revelaram que o processador escolhido para este chipset foi o Snapdragon 660. No entanto parece estar a operar a uma velocidade mais baixa. É que os ficheiros de firmware falam de 2.0 GHz, ao invés dos 2.2 que este chipset consegue atingir. Embora possa parecer estranho, uma vez que todos gostamos de um elevado desempenho, não deixa de ser normal se considerarmos as questões de gestão de bateria.

Este é aliás o mesmo processador que podemos encontrar no Xiaomi Mi 6X que foi oficializado ontem.

O Snapdragon 660 é o sucessor direto do modelo 653 da Qualcomm. Existem algumas alterações significativas entre estes chipsets, sendo que a primeira das quais é a alternação do processo de fabrico de 28nm para 14nm que é muito mais eficiente. A segunda diferença é que a Qualcomm introduziu os núcleos Kryo 260 no processador mais recente, numa combinação Cortex-A72 e A53.

Mi Pad 4

O Kryo 260 vem com o habitual conjunto 4 + 4, com 4 quatro núcleos a operarem a 2.2GHz com 1MB de cache L2, e outros 4 a 1.8GHz .

No campo gráfico, o Snapdragon 660 destaca-se por um processador Adreno 512 mais poderoso. A Qualcomm afirma que estas mudanças resultam num aumento de 20% ao nível do desempenho do processador.

É claro que a última plataforma móvel da Qualcomm não estaria completa sem um conjunto de funcionalidades extra. Dentro do Snapdragon 660 encontramos também um modem X12 LTE melhorado. A isto junta-se a compatibilidade com Quick Charge 4, Bluetooth 5, USB Tipo C, entre outras.

Outras especificações

Ao nível do suporte, ou não, para um cartão microSD as informações não são muito claras. É verdade que no código não há nada que indique que este slot não estará presente. Ainda assim é importante considerarmos que o tablet antecessor, o Mi Pad 3 não tinha.

No que diz respeito à fotografia, o Mi Pad 4 deverá integrar uma única câmara traseira com um sensor OmniVision OV13855 de 13 megapixéis e abertura de 2.0. Na parte frontal, terá um sensor Samsung S5K5E8 de 5 megapixéis, também com uma abertura de 2.0.

Em conclusão é tudo o que sabemos acerca do futuro tablet da Xioami. No entanto, vamos ficar atentos para lhe contarmos todas as novidades.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Bélgica definiu ‘loot boxes’ como jogo ilegal!

Os 6 melhores smartphones com chipset Snapdragon 660

Seguinte