Xiaomi Mi 11: há um problema estranho quando o aperta!

A Xiaomi lançou o Xiaomi Mi 11 que foi recebido com muito sucesso. Tem especificações de topo, a começar pelo chipset Qualcomm Snapdragon 888, um ecrã poderoso e uma boa configurações de câmaras. No entanto, nem tudo é perfeito. É que um problema misterioso está a afetar o Xiaomi Mi 11 quando se toca música. No entanto, isto só acontece quando se aperta o dispositivo.

Xiaomi Mi 11: há um problema estranho quando o aperta!

A Xiaomi afirma que o Mi 11 é diferente dos outros equipamentos. Sobretudo devido à sua estrutura interna otimizada. Assim, tem uma cavidade especial na parte traseira que faz com que todo o espaço seja utilizado para amplificar o som dos altifalantes estéreo. De facto garante um bom desempenho sonoro.

Xiaomi Mi 11 problema

No entanto quando se aperta um pouco este equipamento, este espaço interno é afetado e começa a surgir um ruído estranho. Quando se larga a parte traseira também surge barulho.

A Xiaomi já respondeu e diz que este fenómeno desaparece depois de 5 ou 10 segundos. É assim recomendado que os utilizadores não apertem este equipamento para não ocorrerem problemas.

Xiaomi Mi 11 é o novo rei do AnTuTu

Estar no AnTuTu vale o que vale, sobretudo porque já houve várias questões pouco claras acerca dos valores apresentados nos testes. No entanto, não deixa de ser um bom indicador. Pelo menos mostra em traços gerais como se comportam os equipamentos ao nível do desempenho. A propósito disto, eis que há um novo líder nos rankings de Dezembro de 2020. Falo em concreto do Xiaomi Mi 11 que surge todo vaidoso no AnTuTu com o seu chipset Snapdragon 888. Dito isto, ele conquistou 708425 pontos e afastou-se consideravelmente dos líderes anteriores. Falo, em concreto, do Huawei Mate 40 Pro+ e do Huawei Mate 40 Pro.

Xiaomi Mi 11 com Snapdragon 888 é o novo rei do AnTuTu!

Xiaomi Mi 11 problema

No caso dos equipamentos da Huawei que utilizam o chipset Kirin 9000, ocupam o segundo e terceiro lugar, respetivamente, com pontuações de 702819 e 686408 pontos. A isto juntam-se vários modelos baseados no Snapdragon 865. São eles o Xiaomi Mi 10 Ultra, Redmi K30S, entre outros.

Um super-equipamento!

O Mi 11 tem um ecrã curvo de 6,81 polegadas com um orifício no canto superior esquerdo e proteção Corning Gorilla Victus. O ecrã não é apenas maior que o do Mi 10 5G, mas também mais nítido, pois tem uma resolução 2K (3200 x 1440). Ele tem também uma taxa de atualização de 120 Hz. Olhando para todos os pormenores, o ecrã do Mi 11 é um dos melhores do mundo e a DisplayMate deu-lhe uma classificação A+.

A Xiaomi reduziu ligeiramente a capacidade da bateria em relação ao seu antecessor. No entanto, melhorou a tecnologia de carregamento rápido. Portanto, temos uma bateria de 4600mAh dentro do Mi 11 com suporte para carregamento rápido com fios de 55W. Do mesmo modo temos carregamento sem fios rápido de 50W e carregamento sem fios inverso de 10W. Também suporta Quick Charge 4+, Quick Charge 3+ e Power Delivery 3.0.

Xiaomi Mi 11 problema

O Mi 11 tem um leitor de impressões digitais no ecrã e além de desbloquear o smartphone e autorizar pagamentos, a Xiaomi afirma que também pode medir a frequência cardíaca. Destacam-se também altifalantes estéreo.

Temos também NFC, sensor infravermelhos, WiFi 6 e Bluetooth 5.2. Executa o MIUI 12 baseado no Android 11.

 

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também