Inicio Android Xiaomi lança novo tablet económico Mi Pad 4. Vale a pena?

Xiaomi lança novo tablet económico Mi Pad 4. Vale a pena?

Antes do lançamento oficial que vai ocorrer amanhã, a Xiaomi revelou ao mundo, na sua página oficial, o Mi Pad 4. Considerando que custa cerca de 160 Euros será que vale a pena adquirir o primeiro tablet no mundo a vir com o chipset Snapdragon 660?

Xiaomi Mi Pad 4: Design

O Mi Pad 4 é um tablet compacto. Mesmo que o ecrã seja um bocadinho maior, 8 polegadas em oposição às 7,9 polegadas do Mi Pad 3, este equipamento tem um corpo menor.

Mais especificamente as dimensões são de 200.2 x 120.3 x 7.5mm, em oposição ao antecessor que tem 200,4 x 132,6 x 7 mm. É verdade que a diferença, olhando para os número não é propriamente muita. No entanto facilita a utilização desde dispositivo com uma mão.

A parte traseira do Mi Pad 4 faz lembrar em larga escala o aspeto do iPad 2018. É um design agradável, mas é uma cópia. No geral, o Mi Pad 4 tem um design muito atrativo, particularmente a variante preta.

Mi Pad 4: Especificações

O Mi Pad 4 possui um ecrã de 8 polegadas com resolução de 1920 x 1200 pixeis. Esta é uma resolução mais baixa em comparação com o modelo do ano passado e está relacionada com o facto do fabricante chinês ter mudado para uma proporção de 16:10 em vez de 4: 3.

Considerando que se trata de uma equipamento que se enquadra num segmento de gama média é normal não encontrarmos um painel com resolução de 2560 x 1600 pixeis

A Xiaomi colocou um Snapdragon 660 dentro do Mi Pad 4, tornando-o no primeiro tablet a ser alimentado por ele. Há 3 GB ou 4 GB de RAM e 32 GB ou 64 GB de armazenamento. Existe um slot de expansão para cartões microSD se precisar de espaço extra.

Mi Pad 4: Câmaras

O Mi Pad 4 possui uma câmara traseira de 13MP f / 2.0 com HDR e modo de beleza. Possui também tem uma câmara frontal de 5MP f / 2.0 que suporta reconhecimento facial.

Ao nível da conectividade destaque para uma porta USB-C, Bluetooth 5.0 e Wi-Fi de banda dupla para conectividade. O modelo LTE possui GPS e um slot para cartões nano-SIM. Ambos os modelos têm uma bateria de 6000 mAh.

Preço

O Mi Pad 4 está disponível em preto e dourado. O modelo WiFi de 3 GB e 32 GB tem um preço a rondar os 169. Já a versão de 4 GB de RAM + 64 GB ronda os 215). Já por 230 Euros pode escolher o modelo LTE de 4 GB + 64 GB. Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

3 COMENTÁRIOS

  1. “Esta é uma resolução mais baixa em comparação com o modelo do ano passado e isso é em parte porque a Xiaomi.”
    Isso é razão suficiente ou falta alguma coisa?

  2. Não me parece que os tablets se justifiquem hoje em dia. Estão a diminuir de tamanho e os smartphones a aumentar. Chegará o dia em que serão do mesmo tamanho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia também

XBOX Series X/S já ganhou a primeira batalha contra a PS5

Sempre que uma nova consola chega ao mercado, os jogadores ficam ansiosos por a experimentarem. Isto é um facto, quer se trate de uma...

Ryzen 5000 vão ser capazes de aceder à memória das novas gráficas!

A AMD não se preocupou apenas em lançar bons processadores e boas placas gráficas... Também tentou criar uma espécie de ecossistema! O que por...

Huawei acaba de receber uma grande notícia!

Quando começaram os problemas com os Estados Unidos as coisas começaram a ficar feias para a Huawei. Primeiro não conseguiram vender equipamentos nos Estados...

Instale a Play Store e apps Google nos smartphones Huawei!

Não é surpresa que os dispositivos da Huawei e Honor lançados no ano passado não incluem os Google Mobile Services. É exemplo disso, o...

Apple vai virar as costas à Google para se transformar numa rival?

Caso não saiba, as autoridades do mercado não estão muito felizes com o acordo feito entre a Apple e a Google, o que por...