Windows 11 vai marcar alguns utilizadores mas há solução!

Ao contrário do Windows 10, o Windows 11 vem com requisitos mais rígidos ao nível de hardware. Assim não funciona com todos os sistemas, algo que até acabou por irritar muito os utilizadores numa fase inicial. No entanto, esta medida não foi por acaso. Ao limitar-se o hardware em que o Windows corre, também se vai conseguir evitar muitos problemas. Sobretudo de compatibilidade. No entanto e apesar dos requisitos obrigatórios como a presença do Trusted Platform Module (TPM) 2.0 existem formas de contornar esta situação e instalar o Windows 11. Entretanto se o Windows 11 o marcar não se preocupe porque há solução, já que lhe vamos explicar como remover a marca de água.

Windows 11 vai marcar alguns utilizadores mas há solução!

De facto, instalar o Windows 11 em máquinas não suportadas é tão simples como editar o registo do Windows. O método funciona e a Microsoft não faz questão de o descontinuar em breve. Aliás até já há uma prova disso. É que no último update para o Windows 11 a Microsoft adicionou uma função que coloca uma marca de água nos computadores que estiverem a correr o novo sistema operativo mas que na realidade não o suportem.

Esta marca de água, neste momento, faz parte de um teste A/B disponível para Insiders. No entanto parece que já foi aprovada para as versões finais.

Isto não é algo surpreendente e a meu ver a Microsoft faz bem em avisar as pessoas.

O objetivo da marca de água do Windows 11

A marca de água no Windows 11 é algo que faz todo o sentido. Tanto para a Microsoft como para os utilizadores. Para a Microsoft é quase como sacudir a água do capote. Ou seja, é quase como uma bandeira a dizer. Estão a correr o Windows 11 mas que não é suportado na sua máquina. Assim se tiver problemas não temos culpa. Por outro lado os utilizadores são informados de que não têm o hardware compatível para correr tudo isto.

Windows 11 marcar

A imagem acima mostra como funciona a marca de água.

Mas a Microsoft não utiliza só a marca e água para este efeito. De facto, a app definições também foi atualizada com um banner que alerta aos utilizadores para possíveis problemas que podem advir desta utilização. Para além disso tem um link para uma documentação de apoio.

Entretanto esta marca de água aparece apenas no ambiente de trabalho e não afeta apps como fazem os erros de ativação do Windows.

Mas que mais pode acontecer se corrermos o Windows 11 num PC não suportado?

Bem, a Microsoft já avisou no futuro que alguns updates podem ficar de fora. Para já eles chegam a todos. No entanto, mais tarde isto pode não acontecer.

É possível remover a marca de água

Sim, até porque para algumas pessoas pode incomodar. Dito isto, se ficou com a marca de água depois de ter feito a atualização existe uma forma de a retirar e é através do editor de registo do Windows.

Vamos explicar-lhe como o pode fazer.

Em primeiro lugar abra o editor de registo do Windows.

Do lado esquerdo abra a chave HKEY_CURRENT_USER. Depois procure por uma entrada chamada UnsupportedHardwareNotificationCache. Clique nela com o botão direito do rato e mude o valor SV2 DWORD de 1 para 0. A seguir só tem de reiniciar o seu PC.

Depois de reiniciar a marca de água vai desaparecer e não vai voltar a menos que a Microsoft faça uma nova alteração, sobretudo daquelas que chegam do lado do servidor.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.