Inicio Android WhatsApp: cuidado o seu número já pode estar na Internet!

WhatsApp: cuidado o seu número já pode estar na Internet!

O WhatsApp é uma das aplicações de conversação mais conhecidas do mundo. De facto, ninguém ainda a conseguiu igualar, embora o Telegram ande a tentar. Ora se tudo normalmente corre bem com esta aplicação, existe também alturas em que surgem problemas, sobretudo devido à má utilização de funcionalidades que ela proporciona. É o caso da mais recente descoberta. É que quem utiliza a funcionalidade clique para conversar via WhatsApp que está presente em vários sites, pode estar a expor o seu número de telemóvel para toda a Internet.

WhatsApp número

WhatsApp: cuidado o seu número já pode estar na Internet!

O clique para conversar ou em inglês, Click To Chat, é uma característica menos conhecida do WhatsApp que permite aos visitantes de um site conversarem com os operadores através da conhecida aplicação de conversação que pertence ao Facebook. Para o poderem fazer necessitam de digitalizar um determinado código QR para terem acesso à conversa.

No entatanto, de acordo com Athul Jayaram, um investigador que é especialista em descobrir bugs, descobriu que usar esta funcionalidade pode tornar público o número de telemóvel de uma pessoa. Escusado será dizer que isto é abrir a porta a todos os tipos de esquemas e ataques.

WhatsApp número

Os números dos utilizadores têm estado a ser expostos através do domínio wa.me que pertence ao WhatsApp. Ele armazena os meta dados do clique para conversar num endereço de URL. Uma vez que não existe qualquer medida para os motores de busca não indexarem estes resultados, eles ficam rapidamente disponíveis na Internet.

Este investigador explica que o número está totalmente visível no URL e alguém que lhe deite a mão fica a ter acesso ao seu número de telemóvel. Não há como o evitar. Depois que o número chaga à Internet, ele pode ser vendido a marketers e utilizadores mal intencionados.

Utilizando simplesmente a Google, foram descobertos 300 mil números públicos. Para além disso, tem-se também acesso a outra coisa para além do número. Falo em concreto da foto de perfil. Ou seja, ainda são fornecidos mais elementos para que alguém nos possa enganar.

Esta questão foi relatada ao WhatsApp ainda no final de maio e o problema foi metade resolvido. Digo metade porque já não é possível ver nada através do site, mas as informações continuam a estar na Internet.

O responsável por esta descoberta considera que o WhatsApp tem de ter mais cuidado com estas informações, sobretudo pelo tipo de ataques que pode facilitar.

Fonte Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Keanu Reeves na Marvel? Um sonho quase realidade!

A vinda de Keanu Reeves para o universo cinematográfico da Marvel, sempre foi um sonho de todos os fãs desta série de filmes e...

Henry Cavill é o novo 007? Então e o Super-Homem?

Henry Cavill tem estado na boca do mundo nos últimos tempos. Afinal de contas, depois de ganhar grande reputação com a personagem super-homem, de...

Google Play Store: descobertas novas apps perigosas! Apague já

Existem descobertas que surgem quando menos esperamos, inclusive na Play Store. De facto, uma rapariga de 12 anos que vive na República Checa estranhou...

(Última Hora) A AMD não vai conseguir rivalizar com as RTX 30!?

O mundo das placas gráficas está completamente de pernas para o ar, com as RTX 3080 e RTX 3090 a meterem água na boca...

iPhone 12 Mini: adeus às ligações 5G vale 699 Euros

Se olharmos para as informações que circulam na Internet, os fãs da Apple vão ter de pagar muito para deitarem a mãos aos equipamentos...