Wannacry continua adormecido em milhares de computadores


Por em

Mesmo depois de terem passado 18 meses, o WannaCry continua a representar uma ameaça significativa para as empresas em todo o mundo. Segundo a empresa de segurança Kryptos Logic, mais de meio milhão de computadores ainda estão infectados.

Em primeiro lugar, importa salientar que neste momento o ransomware foi praticamente erradicado nos Estados Unidos e no Reino Unido. No entanto, continua a ser um problema generalizado noutras partes do mundo.

Wannacry: Um ano e meio depois o perigo ainda espreita

De facto já passou um ano e meio desde o surto de ransomware WannaCry inicial. Depois deste tempo, o malware ainda representa uma ameaça para milhares de computadores. Informações recentes revelam que centenas de milhares de computadores ainda estão infectados com este software malicioso, embora ele esteja inativo neste momento.

Wannacry

O malware está inativo graças ao investigador de segurança Marcus Hutchins, da Kryptos Logic. O conhecido site Bleeping Computer refere que Hutchins encontrou um código no ransomware que referenciava um domínio estranho. O domínio não estava registado. Assim, ele registou-o apenas para descobrir que ativou um interruptor que parou o ataque.

O vírus continua a contactar o endereço que parou o ataque

O WannaCry envia periodicamente dados para este endereço. Enquanto o domínio estiver em funcionamento, o software não vai encriptar os ficheiros. Se o domínio deixar de funcionar, o malware vai começar a causar problemas.

A Kryptos Logic cedeu o domínio à Cloudflare para o alojarem como uma medida de proteção contra ataques DDoS. Entretanto, o Cloudflare também dá acesso a várias métricas do endereço. O chefe de segurança e investigação de ameaças da Kryptos Logic, Jamie Hankins, recentemente publicou no Twitter algumas dessas estatísticas.

17 milhões de contactos numa só semana

Durante uma semana, o domínio malicioso recebeu mais de 17 milhões de pings. Estas tentativas de contacto são provenientes de mais de 630.000 endereços IP únicos com origem em 194 países diferentes. China, Indonésia e Vietnam são os três principais países infectados. De facto, quase metade do tráfego para o domínio é proveniente dessas regiões.

“O Reino Unido representa aproximadamente 0,15% do total de ligações com os EUA a chegarem aos 1,35%” afirmou Hankins à Bleeping Computer. “Estes números podem ser distorcidos pela rotatividade de DHCP durante períodos de tempo mais longos”.

Uma atividade mais significativa durante a semana

O domínio tem estado mais ativo nos dias da semana do que no fim de semana. Esta estatística era esperada, considerando que os alvos primários do ransomware seriam computadores empresariais. É muito mais provável que as empresas paguem um preço elevado pelos ficheiros valiosos do que os utilizadores privados.

Embora o WannaCry permaneça inativo por enquanto, Hankins avisa que ele pode voltar.

A Kryptos Logic possui uma ferramenta chamada TellTale, que identifica as infeções do WannaCry. Os administradores podem utilizá-la para investigar e acompanhar o intervalo de endereços IP. O TellTale também pode detectar outros tipos de malware.

Leia também

Ou veja mais notícias de Especiais

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Etiquetas

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.