Vulnerabilidades Intel: Podem baixar a performance dos Macs até 40%!

Macbook

Vulnerabilidades Intel: Podem baixar a performance dos Macs até 40%! – A Intel revelou nos últimos dias, que tem mais algumas vulnerabilidades arquiteturais nos seus processadores! E que aparentemente, se estendem até à 7º geração Intel Core…

Dito isto, a Apple já veio avisar, que as mitigações, poderão resultar numa queda de performance, a rondar os 40%.

Curiosamente, a funcionalidade que mais tem sido mencionada, desde que estas vulnerabilidades se tornaram públicos, foi o ‘Intel Hyper Threading’. Ainda assim, desligar a tecnologia não o irá safar de todo e qualquer ataque.

Macbook

Eis o que a Apple tem a dizer sobre toda a situação:

“A intel revelou muito recentemente algumas vulnerabilidades, denominadas de ‘Microarchitectural Data Sampling’ (MDS). Que se aplicam a todos os computadores (Desktops e Portáteis) com processadores Intel, onde também podemos incluir os computadores Mac.”

Apesar de ainda não existir qualquer maneira de tirar partido destas vulnerabilidades. Os consumidores que acreditarem que o seu PC está em risco, podem usar o terminal para ativar uma instrução adicional do CPU. Desativando também a tecnologia Hyper-threading, o que deverá oferecer uma protecção completa, em termos de segurança.

Esta opção está disponível para o macOS Mojave, High Sierra e Sierra! No entanto, irá ter um impacto significativo na performance do seu computador.”

Afinal de contas, testes conduzidos pela Apple, nos últimos dias, mostrou o potencial de uma redução à volta dos 40%! Em workloads multithread e em benchmarks públicos. (Resultados diferem do modelo, configuração e uso que o consumidor dá à máquina)

Intel

A Intel também já comentou toda a situação:

“O Microarchitectural Data Sampling (MDS) já está a ser tratado a nível de hardware, na maioria dos processadores de 8ª e 9ª geração Intel Core. Bem como na 2ª geração da família Intel Xeon Scalable Processor.

Para as restantes gamas de produtos, as correcções de mitigação já foram postas em prática. Pela forma de atualizações ao micro-código, bem como atualizações ao sistema operativo. (Que devem começar a chegar às máquinas dos utilizadores a partir de hoje.)

Quando estas mitigações estiverem ativas, é esperado que exista um impacto mínimo na performance da maioria das aplicações. (A performance e utilização de recursos, poderá ser diferente em alguns workloads em centros de dados.)

Dito isto, assim que as atualizações forem aplicadas, poderá ser apropriado que alguns consumidores considerem passos adicionais. (Se não tiverem a certeza da segurança do software que está a usar, e está a usar a tecnologia SMT (Simultaneous Multi-Threading)). No entanto, a Intel não está a recomendar que a tecnologia HT seja desativada! É importante perceber, que desativar a funcionalidade, não o irá proteger completamente contra o MDS.

Temos mais informação disponível no nosso site, e continuamos a encorajar todos os utilizadores, para que atualizem os seus sistemas! Esta é a melhor maneira de garantir proteção.”

Conclusão

Em suma, se está preocupado com a segurança, tem apenas duas opções… Ou muda de processador, para um Intel de 8ª ou 9ª geração… (Ou AMD!) ou então desliga o Hyper-Threading, que apesar de Intel dizer que não recomenda, irá mitigar significativamente o risco de ser atacado.

Contudo, como a empresa já afirmou, desativar o HT não irá protege-lo contra todas as ameaças especulativas. Por isso, não faz sentido perder o ganho de performance, por algo que não o irá proteger completamente.

Interessantemente, desde a revelação das vulnerabilidades Meltdown e Spectre, que os investigadores de segurança, se focam cada vez mais na descoberta de problemas na maneira como os processadores modernos tentam adivinhar certas instruções.

Mas o que é realmente curioso, é que a oferta da AMD, não é afetada por nada disto…


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.

Fonte