Vamos ter uma nova forma de arrefecer os nossos PCs!


Por em

Apesar dos avanços tecnológicos nos chips para computadores, smartphones, tablets, etc… A verdade é que o calor gerado por estes componentes, continua a ser o maior inimigo da performance.

É por isso que no mundo dos PCs Desktop entusiasta vemos soluções de refrigeração super complexas, e claro, extremamente caras. Ao fim ao cabo, quanto mais poder tiver no ‘cooling’ mais performance irá ter no seu dia a dia. É também por isso que quebrar recordes de OC, o pessoal usa e abusa do Nitrogénio Líquido.

No entanto, parece que esta guerra performance vs temperatura acabou de ter um desenvolvimento muito interessante.

Vamos ter uma nova forma de arrefecer os nossos PCs!

Processador, quad core

Portanto, um novo estudo detalha a maneira como é possível manipular a velocidade de fotões para arrefecer chips de computador. Ou seja, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram desenvolver uma nova maneira de arrefecer objetos, neste caso chips de computador, com uma técnica que mais parece ter saído de um filme de ficção científica.

Em suma, parece que é possível manipular a radiação de calor para realmente arrefecer objetos de uma forma significativamente mais rápida. Isto porque, primeiramente, os objetos tanto recebem calor, mas também o irradiam para o ambiente à sua volta. E pelos vistos, irridiam o calor num espectro. Assim, é possível perceber que a transferência de calor chega a um pico numa determinada frequência, que depende imensamente da temperatura deste mesmo objetivo.

A maneira mais fácil de perceber esta troca, é olhar para o número de fotões que entram, e para o número que saí de dado objeto. E claro, perceber quando é que a temperatura começa a aumentar.

Dito tudo isto, tendo toda esta conversa em mente, os investigadores pensaram em aumentar a velocidade dos fotões irradiados, o que por sua vez parece aumentar a velocidade do processo de refrigeração.

Muito resumidamente, estamos a falar de uma tecnologia super complexa, que eu nem sei bem se consegui explicar eficientemente nestas linhas. Além disto, é um processo que apenas poderá funcionar em objetos muito pequenos (como chips), sendo necessário o uso de uma fonte de luz. Ainda assim, parece que qualquer equipamento com esta material de refrigeração irá ser capaz de se tornar extremamente mais eficiente.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Leia também

Ou veja mais notícias de Especiais, Featured, Hardware

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Oops!? As ‘rodinhas’ de 400€ do Mac Pro não travam!

Update para o Xiaomi Mi 10 e 10 Pro melhora a qualidade de som!

Seguinte