Twitter declara guerra ao spam e às contas maliciosas


Por em

Depois do Twitter ter adquirido uma startup de segurança denominada Smyte, eis que esta empresa está a efetuar algumas mudanças para combater, como nunca, bots e outras contas maliciosas.

Tudo vai começar com um novo sistema de verificação que afeta apenas as novas contas criadas nesta rede social. Este é, sem dúvida, o ponto de partida correto, uma vez que um dos maiores problemas que afetam estas empresas é a facilidade com que os utilizadores mal-intencionados conseguem criar novas contas, caso a anterior tenha sido bloqueada. Assim, a confirmação por email ou por telefone será obrigatória.

É verdade que esta iniciativa não impede necessariamente que os bots apareçam. Como sabem, não é de todo impossível criar um novo endereço de e-mail ao configurar um bot. No entanto, se os serviços que permitem a criação de contas de correio eletrónico começarem a implementar também estas medidas de segurança, o processo deverá tornar-se mais difícil.

Para além desta iniciativa, o Twitter continua a desenvolver uma nova ferramenta de aprendizagem de máquina que será utilizada para detetar contas falsas ou mal intencionadas.

A abordagem proativa destina-se a melhorar o sistema atual de análise baseado no comportamento do utilizador e já está a dar frutos. De facto, durante todo o mês de maio, o sistema conseguiu detetar 9,9 milhões de spam e contas não-humanas e reduzir o spam feito por humanos em 32%. Isto apenas num período de dois meses.

Para além disso, estão a ser bloqueadas novas contas de spam durante o processo de inscrição ou logo a seguir. De facto, o Twitter já afirmou que está a suspender cerca de 50.000 novas contas por dia. Muitas delas são novas contas que começam a seguir automaticamente um grande número de contas de celebridades ou influenciadores.

Finalmente, quando o Twitter percebe que uma conta que se está a comportar de forma suspeita, mas não é claramente uma conta maliciosa ou gerida por um bot, a “visibilidade” dessas contas será reduzida. Isto provavelmente significa que os seus tweets e comentários não serão exibidos e não terão uma classificação muito alta nas pesquisas efetuadas na plataforma.

Para além disso, será colocado um aviso na conta e os novos utilizadores não vão poder segui-la. Estas alterações vão estar presentes na plataforma web e na aplicação para dispositivos móveis.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Etiquetas

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.