TP-Link Archer C7: Para que a “net” não falhe este Natal

O mercado está cheio de routers para todos os gostos e carteiras. Uns prometem mundos e fundos e outros limitam-se a cumprir bem o seu papel, ou seja, garantir o melhor acesso à Internet e à sua partilha com diversos equipamentos. A Leak testou o TP-Link Archer C7 AC1750 e nas próximas linhas dizemos-lhe se este pode ser, ou não, uma boa opção para este Natal.

Se andam à procura de um Router, a primeira coisa que têm de fazer é olhar para os standards de conetividade sem fios e para o facto de todas as portas serem gigabit ou não. Nos tempos que correm, é realmente algo importante, especialmente para o streaming de conteúdos com alta-definição.

TP-Link Archer C7

TP-Link Archer C7: O poder das três antenas

Ao contrário de alguns fabricantes que optaram por incluir todas as antenas dentro do próprio router, a aposta da TP-Link mantém a abordagem tradicional com três antenas externas. No entanto importa salientar que existem internas também. As externas são de 5dBi e servem a banda de 5GHz. Já as internas dizem respeito à banda de 2.4GHz.

Conetividade Gigabit

Na parte traseira deste equipamento existem quatro portas LAN Gigabit, bem como outra Gigabit WAN. No entanto se julgam que é tudo o que este router tem para dizer ao nível da conetividade, saibam que disponibiliza também duas portas USB 2.0 e botões para WPS, energia e rede sem fios.

TP-Link Archer C7

As portas USB integram as funcionalidades de partilha de impressora e NAS e até está incluído um servidor DLNA. Importa salientar que este equipamento vem preparado para IPv6 e disponibiliza ainda uma rede para convidados que mantém os seus ficheiros longe de olhares curiosos. Em paralelo, disponibiliza uma interface web muito simples de utilizar que deverá ser simples, até para os utilizadores menos habituados a estas andanças.

TP-Link Archer C7

Ao nível da conetividade sem fios, o 802.11ac é o rei. As velocidades de download são muito boas sendo possível atingir-se uma média de 50MB/s. Já no que diz respeito ao upload situa-se nos 20MB/s.

Conclusão

Pelo preço de 87,90 Euros (PCDiga) obtemos todas as caraterísticas de topo que um router deve ter (mesmo que tenha um preço muito atrativo). Em paralelo, assume-se como um sistema compacto que se destaca por ser fácil de configurar. Nos últimos tempos temos utilizado para a partilha de conteúdos para toda a casa, algo que é feito sem problemas e sempre com elevados níveis de desempenho.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

A Indústria Automóvel está a sofrer (muito) com a crise!

Como deve saber, a atual crise de produção de semicondutores afetou várias indústrias, como a dos smartphones, a de componentes para PCs, mundo dos...

Polémica na Netflix! Caso de violação abana a plataforma!

A Netflix é uma das maiores plataformas de Streaming do mercado, isto não é novidade para ninguém, e como tal, sempre que algo fora...

Atenção: Google Fotos vai começar a esconder as suas fotos!

Foi em Maio que ficámos a conhecer uma nova função na app de fotografias da Google que garante mais privacidade. No entanto, só ficou...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!