Teclado: as suas teclas F e J têm um alto. Sabe porquê?

Já alguma vez reparou nos altos que algumas teclas de um teclado têm? Independentemente de se tratar de um computador portátil, tablet ou teclado de computador, quase todos os têm. Então, qual é o objetivo das teclas F e J terem um alto.

Teclado: as suas teclas F e J têm um alto. Sabe porquê?

Já alguma vez viu alguém escrever muito depressa sem ter de olhar para baixo? Embora a habilidade seja incrível, não é mágica; a pessoa sabe onde estão localizadas todas as teclas do teclado sentindo-as e com a ajuda da memória muscular. Chamamos a esta técnica a digitação tátil.

Teclas como Espaço, Ctrl e Alt são fáceis de encontrar sem olhar, porque estão na extremidade do teclado. Quanto às teclas de letras, é para isso que servem os ressaltos. Nos teclados QWERTY e QWERTZ normais, os ressaltos estão sempre nas teclas F e J.

Normalmente, os dactilógrafos colocam os dedos indicadores nestas teclas para se orientarem. A técnica é sempre a mesma, pelo que a mudança de um teclado para outro não diminui a velocidade de digitação.

- Advertisement -

Para além das saliências no F e no J, os teclados com teclado numérico têm normalmente uma saliência no 5. O objetivo é o mesmo – a saliência ajuda-o a localizar as teclas num teclado numérico sem olhar. Os números estão dispostos numa grelha 3 x 3 com um zero no canto inferior esquerdo e algumas teclas adicionais à sua volta. Os datilógrafos rápidos utilizam normalmente o dedo médio em vez do indicador para encontrar a saliência na tecla 5.

Não é nenhuma surpresa que digitar sem olhar tenha inúmeras vantagens.

Para começar, não terá de desviar a atenção para o teclado para encontrar as teclas. Pode continuar a olhar para o ecrã e ver o que está a escrever, o que lhe permite concentrar-se no significado do que está a escrever e não nas letras individuais. Também é mais fácil detetar e corrigir erros de digitação. Outra vantagem que não é notada é o facto de aprender a utilizar os atalhos do teclado de forma mais eficiente. Ainda assim, a principal vantagem é a velocidade de digitação.

De um modo geral, os profissionais escrevem a uma velocidade entre 43 e 80 palavras por minuto. Pode testar a sua velocidade em Typing.com. Se escreve mais lentamente do que a maioria dos profissionais, está na altura de melhorar as coisas. Com alguma prática, aprenderá a escrever a velocidades muito mais rápidas.

Se vai mudar de teclado veja se necessita de um teclado numérico

O método tradicional de digitação por toque envolve colocar os dedos indicadores nas teclas F e J e os outros dedos nas teclas adjacentes. Pode então utilizar cada dedo para premir as teclas circundantes. Se isso parece demasiado complicado, não desanime ainda. Um estudo descobriu que o número de dedos que utiliza não tem qualquer importância. Também mencionou alguns outros factores que afectam a velocidade. Por exemplo, os dactilógrafos rápidos mantêm as mãos fixas e movem apenas os dedos, em vez de deslocarem as mãos de uma posição para outra.

Mesmo que aprenda a digitar “corretamente”, a técnica só o pode levar até certo ponto. Tem de passar algum tempo a praticar se o seu objetivo for atingir velocidades superiores a 100 WPM. A precisão também é importante, uma vez que não quer passar metade do seu tempo a escrever e a outra metade a corrigir disparates.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.