Streaming: sabe quais os limites de ecrãs para as suas contas?

Se partilha as suas contas de streaming com outras pessoas, pode ter-se deparado com a frustrante notificação de limites de ecrãs. Os limites de ecrã podem ser exatamente isso – limitadores – mas nem todos os serviços de streaming têm as mesmas regras. Por isso, vamos discutir os limites de ecrã do Netflix, Hulu, Disney+, Max e outros.

Streaming: sabe quais os limites de ecrãs para as suas contas?

O que é um limite de ecrã?

Um limite de ecrã é um limite para o número de dispositivos separados que podem transmitir conteúdos a partir de uma conta em simultâneo. Repare que dissemos “conta” e não “perfil”.

Enquanto alguns de nós têm contas de streaming só para si, outros partilham uma conta entre vários utilizadores, especialmente famílias, parceiros e companheiros de casa. Se as pessoas A, B, C e D estiverem todas a utilizar uma conta de streaming ao mesmo tempo, uma ou mais delas podem receber uma notificação de que o limite de ecrãs da conta foi atingido, o que as impede de ver conteúdos até que os ecrãs disponíveis fiquem novamente livres.

Netflix greve, filme escaldante, streaming limites de ecrãs

Lembre-se de não confundir perfis de conta com ecrãs. Quando inicia sessão num serviço de streaming, é frequente ver os perfis pré-existentes apresentados para que possa escolher qual utilizar.

Um perfil serve apenas para os utilizadores individuais manterem o seu próprio conteúdo de streaming separado, mas todos os perfis estão sob a mesma conta principal.

Mesmo que uma determinada conta de streaming lhe permita criar vários perfis separados, o limite de ecrã continuará a ser o mesmo. Por exemplo, se tiver quatro perfis para cada membro da família, isso não significa que tenha um limite de ecrã de quatro, a menos que o seu plano o indique especificamente. A maioria das contas de streaming também tem um limite de perfis, que normalmente varia entre quatro e seis.

Netflix

A Netflix oferece vários níveis de subscrição, cada um dos quais com os seus próprios limites de ecrã. Em janeiro de 2024, a Netflix anunciou que iria retirar o seu nível de plano Básico, por isso tenha isto em mente.

pagar plano premium Netflix, tirar dispositivos da conta Netflix

No standard pode ter dois ecrãs, ou duas pessoas em dispositivos distintos a verem em simultâneo. Já no premium são quatro.

Max

Tal como o Netflix, o Max (anteriormente conhecido como HBO Max) também tem vários níveis de planos lá fora. No entanto cá em Portugal temos apenas um que dá acesso à visualização em quatro ecrãs.

Limite de ecrãs do Disney+

No caso da Disney+ é possível visualizar os conteúdos em até quatro dispositivos.

Limite de ecrãs do Amazon Prime Video

Cá não existe uma informação clara sobre o limite máximo de ecrãs que podem estar a visualizar o primevideo em simultâneo. No entanto, lá fora, todos os planos permitem um máximo de três ecrãs. Dito isto, é eventualmente o que se aplica cá.

AppleTV Plus

A AppleTV+ tem um limite de ecrãs muito generoso de seis ecrãs por conta. Não pode adicionar ecrãs extra a uma conta pré-existente, embora seja improvável que precise de o fazer com um limite tão elevado!

O que fazer se atingir o seu limite de ecrãs

Com o passar do tempo, os serviços de streaming estão a tornar-se cada vez mais rigorosos no que diz respeito à partilha de palavras-passe, limites de ecrãs, etc. Por este motivo, é difícil contornar os limites de ecrã sem pagar mais dinheiro.

A forma mais fácil de aceder a mais ecrãs é atualizar o seu plano ou adicionar ecrãs extra ao seu plano atual (se essa funcionalidade estiver disponível na plataforma que escolheu). Se não quiser pagar mais, experimente ver o conteúdo descarregado offline enquanto o seu dispositivo está no Modo de Avião, pois isso pode permitir-lhe ultrapassar o limite de ecrãs da sua conta.

Se os seus planos de streaming tiverem limites de ecrã baixos, é provável que se depare com bloqueios de streaming com muita frequência. A Netflix já reprimiu a partilha de palavras-passe, enquanto a Disney+ vai fazer o mesmo este ano.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.