Snapdragon 690: o acesso ao 5G finalmente para todos!

2020 é o ano do COVID-19. No entanto, é também marcado pela aposta a sério nas redes 5G. Esta conectividade que era rara em muitos equipamentos, já começou a aparecer em vários dispositivos. Isto deve-se muito aos chipsets Snapdragon 865 e Snapdragon 765 que são cada vez mais populares. Agora a Qualcomm quer levar o 5G aos equipamentos ainda mais baratos com o lançamento do processador Snapdragon 690 5G.

Snapdragon 690: o acesso ao 5G finalmente para todos!

O Snapdragon 690 representa o primeiro chipset 5G desta família que normalmente é encontrada nos smartphones de 300 euros. Alguns dos exemplos da série 600 são o Google Pixel 3a, Xiaomi Redmi Note 7 Pro e Motorola One Zoom.

Graças a isto temos uma ideia dos tipos de smartphones que serão equipados com o novo processador. De facto, e com uma aposta cada vez maior em preços agressivos é provável que marcas como a Redmi até lance um equipamento com suporte para 5G com preços inferiores aos 300 Euros.

Snapdragon 690

Resumidamente o novo chipset da Qualcomm integra um modem X51 5G. Suporta os modos NSA e SA e inclui a partilha dinâmica de espectro e velocidades de downlink de até 2,5 Gbps. O Snapdragon 690 não parece suportar o mmWave 5G, que é o standard 5G mais rápido, porém mais limitado, em termos de cobertura. Ou seja, a aposta é essencialmente nos sub-6Ghz 5G, usado pela grande maioria das redes à volta do mundo.

O Snapdragon 690 não é de modo algum um chipset fraco. Na realidade até tem especificações interessantes ao nível de CPU e GPU. Dito isto, temos um chipset octa-core com dois núcleos Cortex-A77 de 2GHz e seis núcleos Cortex-A55. Um ponto importante é que se trata da primeira vez que vemos o CPU Cortex-A77 num chip da gama Snapdragon 700 ou Snapdragon 600. A Qualcomm afirma que o CPU deve garantir um aumento de 20% no desempenho em comparação com o Snapdragon 675.

Entretanto a placa gráfica é a Adreno 619L, e a Qualcomm afirma que os utilizadores terão um aumento de 60% em comparação ao poder da Snapdragon 675. Este aumento será muito bem-vindo. É queo Snapdragon 690 também suporta uma taxa de atualização de 120Hz na resolução FHD+ (ou 60Hz em QHD+).

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também