Smartphones em 2024: Muita memória RAM? É bom, ou é jogada?

Quanto tem um smartphone há alguns anos, e este começa a mandar sinais de que a lentidão se vai instalar, é muito provável que a memória RAM (Random Access Memory) seja parte do problema. Seja pela escassez deste tipo de memória disponível no aparelho, ou então pela sua lentidão.

É um pouco por aqui que começa a ser normal ver smartphones com quantidades de memória RAM que antigamente só víamos em computadores pensados para os jogos ou para trabalhos pesados. Porém, não se deixe enganar pelos números!

Contar com muita memória RAM num smartphone é algo que pode dar jeito em algumas situações e até pode frutos no futuro. Mas não se deixe enganar, a coisa ainda tem um baixo impacto nos tempos que correm.

Ainda é cedo para ter mais memória RAM no smartphone do que no seu PC.

Smartphones em 2024: Muita memória RAM? É bom, ou é jogada?

S22, S23
Galaxy S22 Ultra vs Galaxy S23 Ultra

Hoje em dia, depois de várias atualizações e melhorias focadas na performance e eficiência, o Sistema Operativo Android é realmente muito bom na sua gestão de recursos computacionais, onde temos de referir a memória RAM. É na verdade quase tão bom quanto o iOS da Apple, que normalmente até tem de gerir quantidades mais baixas de memória.

Dito isto, apesar da recente grande aposta das fabricantes no aumento de capacidade da memória RAM nos seus aparelhos, especialmente no lado das fabricantes Chinesas, a maioria dos smartphones presentes no mercado têm mais do que memória suficiente para garantir uma experiência de utilização perto do seu potencial máximo.

Um smartphone não é um PC, não tem de correr aplicações tão pesadas quanto um PC, e como tal, apesar de estar cada vez mais poderoso e importante nas nossas vidas, não precisa da mesma quantidade de memória RAM. Isto é um facto.

Já se fizeram muitos testes para perceber o impacto de “MUITA” memória RAM num smartphone, entre modelos com características muito similares, e a conclusão é apenas uma. Não faz (ainda) sentido.

O que é a memória RAM e para que serve num Smartphone?

s22, iphone, smartphones

Antes de começar a mandar postas de pescada, é preciso ter uma ideia do que é a RAM, e o que realmente esta faz num smartphone. Assim, de forma resumida, a memória RAM é um dos componentes mais importantes, além do processador, que o seu smartphone utiliza quando está a fazer algo.

Por exemplo, se estiver a “correr” um jogo, este vai estar carregado na memória RAM. Se estiver a editar uma foto, tanto a foto como a app de edição vão estar ambas na memória RAM. DEstava no Instagram mas foi responder a um e-mail, e quando voltou à rede social estava tudo igual? Bem, isso só aconteceu porque a app continuou ativa, e isso deve-se ao facto de ter ficado na memória RAM.

Como já deve ter percebido, quanta mais RAM tiver, mais coisa pode fazer ao mesmo tempo. De forma mais simples, mais aplicações pode ter abertas ao mesmo tempo.

iPhone
O iPhone mais poderoso da atualidade só tem 6GB de memória RAM, e ao que tudo indica, a nova geração só vai saltar para os 8GB. (Apenas nas versões Pro!)

O que levanta uma questão! Porquê esta grande aposta? Será que vamos ver as grandes fabricantes como a Samsung (S24 Ultra), Xiaomi (14 Pro) e Oppo (Find X7 Pro) a lançar aparelhos topo de gama com 24GB de memória RAM? Acho que não!

Sim, já existem vários aparelhos no mercado equipados com 16GB, 18GB e até 24GB de memória RAM. Fortes exemplos passam pelo Redmi K60 Ultra que deverá chegar à Europa com o nome de Xiaomi 13T Pro.

Aliás, até já testámos um aparelho destes na Leak.pt, na forma do RedMagic 8S Pro, que também trouxe 24GB para cima da mesa.

Porém, estas apostas não se devem ao facto de faltar memória RAM no ecossistema Android.

Pelo menos por enquanto, é uma estratégia para impressionar os consumidores, ao mesmo tempo que se aproveita o estado atual da indústria de produção de chips DRAM.

Afinal, caso não saiba, a memória nunca esteve tão barata como agora! Sendo muito devido a isto que as grandes fabricantes estão a testar a implementação de grande quantidade de memória. A coisa serve essencialmente para impressionar os consumidores a partir de números “grandes” para posteriormente perceber se estes aderem, ou nem querem saber.

Porém, o “por enquanto” que meti em cima é importante. A RAM vai ficar mais importante no futuro! Mas, e isto é importante, é um futuro que ainda não sabemos quando chega.

redmagic 8s pro
O RedMagic 8S Pro também tem 24GB de memória RAM

Os smartphones já apostam muito no IA, mas no futuro, é muito provável que essa aposta duplique, triplique, etc… O IA é o futuro da tecnologia, especialmente no mundo mobile que é a referência da computação para a grande maioria dos consumidores.

Pois bem, o IA precisa de RAM… DE MUITA RAM!

É um bocado por aqui que podemos dizer que mais memória RAM é bem vinda, apesar de não ser estritamente necessária no imediato. Porém, como dissemos em cima, não é apenas a quantidade que interessa, a velocidade também é muito importante. Por isso, comprar um smartphone cheio de RAM em 2023, a pensar no futuro, pode ser uma má opção.

A tecnologia está sempre a evoluir, e como tal, em 2024, em 2025, ou mais à frente, a memória que tem agora no seu smartphone pode ser incapaz de ir de encontro às exigências dos novos algoritmos. Tenha 8, 16 ou 24GB.

Em suma, mais memória RAM é “porreiro”. Mas não se deixe enganar pelos números.

Partilhe connosco a sua opinião acerca deste tema na caixa de comentários em baixo.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados