Samsung rende-se às monocelhas e junta buracos também

Neste momento quase todos os fabricantes têm ecrãs com monocelhas. Dizemos quase, porque alguns ainda resistem a esta tendência. Resistem ou resistiam. É que até a Samsung se rendeu ao afamado “notch”.

No evento Samsung Developer Conference (SDC) 2018 que foi utilizado para revelar o ecrã Infinity Flex para o seu primeiro telemóvel dobrável, a empresa também confirmou que serão lançados dispositivos com monocelha em forma de U e V. Além disso, a empresa também revelou um novo ecrã que apresenta um orifício no painel.

Monocelhas e buracos para todos os gostos

O design dos painéis Infinity-U e Infinity-V são semelhantes aos dispositivo com monocelha em forma de gota de água fabricado pela OPPO, Vivo, Huawei e Honor. O único fator de diferenciação entre o Infinity-U e o Infinity-V é a forma do “notch”. O Infinity-U tem uma monocelha em forma de U, enquanto o Infinity-V tem uma em forma de V. Para além destas diferenças, tudo o resto parece idêntico.

Um furo no ecrã

O ecrã Infinity-O não possui uma monocelha. No entanto, tem um furo no canto superior esquerdo do ecrã. É aqui que vai estar a câmara para selfies. Não sabemos se isto vai pegar ou não, mas não deixa de ser algo original. Ainda assim, o buraco em forma de O está posicionado de maneira estranha e as pessoas podem ter dúvidas antes de comprarem equipamentos com este design. No entanto, também todos diziam o mesmo antes da monocelha se ter tornado popular.

Este design deve ser já aplicado no próximo Galaxy S10. No entanto e se os rumores estiverem corretos, o buraco deve estar centrado no ecrã.

Um novo ecrã “New Infinity”

Entretanto foi apresentado mais um design no SDC 2018 apelidado de “New Infinity”. Pode ser semelhante ao design Infinity Display encontrado nos dispositivos mais recentes da Samsung, mas pode oferecer uma proporção mais alta.

Por fim, o Infinity Flex Display está reservado para o primeiro smartphone dobrável da Samsung.

O dispositivo mostrado no palco foi um protótipo e envolto em numa espessa caixa para evitar que víssemos o design final. No entanto, não havia muito para esconder. Imaginem dois S9, um por cima do outro. Será mais ou menos este o aspeto do ecrã final.

Quando está dobrado, o dispositivo parece-se com um típico smartphone, embora um pouco menor e mais fino.

Um ecrã maior de 7.3 polegadas

Quando abre o dispositivo, na horizontal, fica com um ecrã de 7.3 polegadas.

A interface Android muda automaticamente entre os diferentes layouts dependendo se o dispositivo está “fechado” ou “aberto.”