Samsung Galaxy Note 8: As primeiras impressões

169903
0
Share:

É verdade que a Samsung passou por alguns problemas com o lançamento da versão anterior da gama Note. No entanto esses problemas representam, na grande maioria dos casos, as dores de crescimento necessárias para se atingir um novo patamar.

O Samsung Galaxy Note 8 representa tudo aquilo que a Samsung pretende num equipamento de topo e tem como principal objetivo oferecer ainda mais funcionalidades e caraterísticas do que o Galaxy S8.

No dia em que recebemos este equipamento para teste pela mão da Samsung aqui ficam as nossas primeiras impressões.

Samsung Galaxy Note 8

O design

Considerações mais profundas à parte, quando retiramos este equipamento da caixa o ecrã prende de imediato a nossa atenção (e isto com o telefone ainda desligado). Já quando o ligamos ficamos com a sensação de estarmos perante o melhor ecrã que já alguma vez vimos num smartphone.

É verdade que num primeiro olhar o Note 8 parece um pouco grande mas não é por esse motivo que deixa de ser confortável na mão. Para isso contribuem em larga escala os rebordos laterais que tornam este equipamento menos escorregadio.

À semelhança do Samsung Galaxy S8 não existe nenhum botão home físico, mas sim três botões incluídos no próprio ecrã.

Do lado esquerdo encontramos os controlos de volume e também o botão que dá um acesso imediato ao assistente pessoal da Samsung, o Bixby. Por outro lado, do lado direito está apenas disponível o botão que permite ligar e desligar o dispositivo.

A parte superior é apenas dominada pelo slot que permite acomodar, neste caso, dois sims e ainda um cartão microSD. Já na parte inferior está a saída para auscultadores, a porta USB tipo C, o altifalante, microfone e a S-Pen.

Já na parte traseira encontramos a câmara dupla, juntamente com o Flash e o medidor de batimentos cardíacos e logo ao lado o sensor de impressões digitais.

A interface

A interface é a mesma a que a Samsung nos habituou com o Galaxy S8. No entanto existem diferenças e a principal está relacionada com as capacidades multi-tarefa. É que com um ecrã tão grande existe espaço para se utilizar confortavelmente mais do que uma aplicação ao mesmo tempo com o ecrã dividido. Assim nasce a funcionalidade que permite abrir duas aplicações ao mesmo tempo.

As duas aplicações combinadas, num único ícone, podem ser lançadas diretamente a partir da janela principal ou através do painel de aplicações localizado no rebordo direito do Note 8.

De resto e com umas pequenas diferenças aqui e ali, a maioria é semelhante à do Galaxy S8.

A S-Pen

Falar da gama Note implica necessariamente falar da S-Pen e este é aliás um ponto forte que distingue o Note 8 do Samsung Galaxy S8 Plus, para além da pequena diferença no tamanho do ecrã.

Com o passar dos anos este acessório foi ganhando muitas funcionalidades, sendo já difícil nomear todas. No entanto quando retiramos a S-Pen temos acesso de imediato à possibilidade de se criar uma nota, ver todas as notas, utilizar a seleção inteligente, escrever no ecrã, mensagem em direto e ainda traduzir.

Com o pouco que a experimentámos vimos que tudo funciona muito bem. Gostámos particularmente da mensagem em direto que permite criar um GIF animado com o nosso processo de escrita.

Se eram utilizadores da versão anterior, saibam que algumas coisas foram melhoradas. Agora é possível traduzir-se frases completas ao invés de palavras únicas. Outro aspeto interessante é a possibilidade de se poder registar notas mesmo com o ecrã em standby, não sendo necessário desbloquear o equipamento.

Câmara

A Câmara é sem dúvida uma das grandes diferenças no Galaxy Note 8.

Como se esperava encontramos uma configuração de câmara dupla com dois sensores de 12 megapixéis com estabilização ótica de imagem. A isto junta-se uma capacidade de zoom ótico de 2x e uma abertura f/2.4. Importa salientar que ainda é possível utilizar o zoom digital de 10x, com poucas perdas de qualidade.

Existe ainda outra caraterística muito interessante que nos faz lembrar as tradicionais câmaras de filmar quando estamos a capturar vídeo ou imagens com o Note 8. Arrastem o botão de disparo para o lado esquerdo para afastar e para o lado direito para aproximar.

Considerando que estamos com o Note 8 há poucas horas, não vamos tecer para já comentários acerca da câmara uma vez que a queremos testar exaustivamente e com toda a calma.

Para já e depois do pouco tempo que o utilizámos é o que temos para vos dizer. No entanto fiquem atentos porque muito em breve vamos partilhar convosco o teste minucioso e completo.

Share:
Bruno Fonseca

Leave a reply