Qualcomm quer ter um rival para os chips da Apple

É cada vez mais inegável que a grande aposta da Apple nos seus próprios chips, para todo o seu ecossistema de produtos, foi e continua a ser uma aposta vencedora. Especialmente no mundo dos computadores, em que a Apple decidiu meter a Intel para trás das cotas, para apostar única e exclusivamente nos seus processadores ARM, que entretanto têm conseguido trazer muita performance, e eficiência energética, para cima da mesa.

É também uma aposta que parece ter mudado o mercado, e por isso mesmo, nos próximos tempos vamos ver mais fabricantes a apostar nos seus próprios chips para o mundo dos computadores, onde provavelmente vamos ter de incluir a Samsung, algures em 2025, e ao que tudo indica, também a Qualcomm, que começa a investir cada vez mais em designs pensados para portáteis e computadores desktop.

Em suma, nenhuma fabricante quer deixar escapar o comboio que a Apple construiu.

Qualcomm quer ter um rival para os chips da Apple

Apple Qualcomm

Portanto, como deve saber, a Qualcomm é a maior responsável por processadores móveis no mundo dos smartphones Android. No entanto, ao que tudo indica, isto já não chega.

- Advertisement -

A Qualcomm quer meter os seus dedinhos no lucrativo mundo dos portáteis, depois de ter conseguido a aquisição da Nuvia, uma pequena empresa que estava a desenvolver processadores muito ao estilo daquilo que a Apple tem para oferecer na sua gama M.

Aliás, ao que tudo indica, a equipa da Qualcomm+Nuvia já tem um projeto muito avançado, com o nome de código Hamoa.

Estamos a falar da base do novo Snapdragon 8xc Gen 4, um processador mobile com 8 núcleos focados na performance e 4 núcleos focados na eficiência energética. Ao que tudo indica, os núcleos P(erformance) estão a ser testados a 3.4GHz, enquanto os núcleos E(ficientes) estão a ser testados a 2.5GHz. Este design divido os núcleos em blocos, cada um 4 núcleos capazes de aceder a 12MB de cache L2 partilhada. Além disto, temos 8MB de cache L3.

No campo do GPU, temos o velho conhecido Adreno 740. Mas nesta versão, com suporte a todas as novas APIs, e ainda com a possibilidade de instalação de uma placa gráfica dedicada ao lado do SoC. Para a memória RAM, é possível ir até aos 64GBs LPDDR5X (4.2GHz).

Ademais, será que a Qualcomm vai ser capaz de fazer, no imediato, aquilo que tem falhado em conseguir fazer no mundo dos smartphones Android? Afinal de contas, apesar de poderosos, os SoCs Snapdragon ficam sempre atrás daquilo que a Apple é capaz de meter no iPhone. Partilhe connosco a sua opinião na caixa de comentários em baixo.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.