Porque razão os gamers preferem teclados mecânicos?

Os teclados mecânicos andam a bombar! Temos uma série de fabricantes muito conhecidas a apostar forte e feio neste segmento de mercado, onde podemos destacar a Logitech, Razer, Corsair, Asus, etc… São marcas de respeito, que não brincam na qualidade dos seus teclados. Mas porquê a preferência nestes periféricos que podem facilmente chegar aos 200€? (Se quiser construir o seu próprio, é provável que o preço até seja bem superior.)



Primeiramente, é preciso perceber o que é um teclado mecânico na realidade!

K70

Curiosamente, apesar de hoje em dia o teclado mecânico ser um produto ‘premium’, a verdade é que antigamente era o único tipo de teclado que poderia encontrar no mercado. Ou seja, os teclados de membrana que provavelmente encontra na sua escola, trabalho ou faculdade, são no fundo um fruto da evolução do mercado, de forma a tornar o teclado algo super barato e fácil de produzir.

Contudo, como a qualidade de escrita, performance em jogo, etc… É muito superior nos teclados mecânicos, estes produtos voltaram à ribalta nos últimos 10 anos. Sendo cada vez mais um produto desejado pelo mais comum dos mortais.

Muito resumidamente, é um teclado construído com grandes standards de qualidade, utilizando switches que utilizam mecanismos físicos para conseguir vários tipos de atuação, feedback e ‘clickyness’. Em suma, um teclado mecânico levanta a fasquia da performance a todos os níveis… Mas a mais importante é seguramente o ‘feel’ no uso do dia a dia.

Porque razão os gamers preferem estes teclados?

Na verdade, não são apenas os gamers a cair nas malhas dos teclados mecânicos. Qualquer pessoa que utilize o computador dia após dia acaba por olhar para este mundo, para tentar aumentar a sua performance e conforto. Sabe porquê? É que os inegavelmente mais populares (e mais baratos) teclados de membrana têm alguns pontos negativos face aos teclados mecânicos, especialmente na experiência de escrita. São teclado menos precisos, menos robustos, com tempo de resposta mais longo e durabilidade vastamente inferior.

Está no mercado à procura de um novo teclado mecânico, mas não faz ideia por onde começar?

Todos nós temos de começar por algum lado. No entanto, a verdade é que pode ser bastante complicado para um iniciante perceber tudo acerca deste mercado logo no início. Por isso, vamos ignorar as muitas marcas e variações de switches do mercado, focando-nos apenas nos três principais tipos de switches mecânicos que irá encontrar.

Afinal de contas, só no lado dos switches, temos uma variedade gigantesca, que podemos dividir em Linear, Clicky e Tactile. Vamos passar a explicar:

  • Clicky – Tal como o nome indica, é um switch que oferece um feedback audível em cada atuação. Consegue imaginar o som de uma máquina de escrever? É mais ou menos isso. Um switch amado por muitos e odiado por muitos outros que simplesmente não conseguem aguentar o som. É switch indicado para quem gosta de escrever e adora ouvir cada tecla de forma independente.
  • Tactile – Um switch muito silencioso capaz de oferecer uma resistência antes da atuação para dar uma espécie de feedback. É um switch muito versátil, que tanto dá para escrever como para jogar.
  • Linear – Aqui temos um switch pensado apenas para ser ágil e silencioso. A ideia é que a tecla seja pressionada o mais depressa possível sem ‘mariquices’ de feedbacks ou barulhos clicky. É a escolha para os gamers devido à sua velocidade e leveza.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário