Inicio Android Play Store apaga 600 apps que se aproveitavam dos utilizadores

Play Store apaga 600 apps que se aproveitavam dos utilizadores

Nos últimos anos já ocorreram alguns problemas importantes relacionados com aplicações que estavam presentes na Google Play Store e que mostravam anúncios que incomodavam muito os utilizadores. Embora muitas dessas apps cumpram uma função útil para as pessoas, o principal motivo da existência é mostrar o máximo de anúncios possível, independentemente da experiência de utilização. Quando elas se “esticam”, a Play Store apaga.

Play Store apaga 600 apps que se aproveitavam dos utilizadores

Hoje, numa publicação no seu blog, a Google anunciou que está pronta para acabar com isto. Assim, anunciou que removeu quase 600 aplicações da Play Store que mostravam anúncios “disruptivos”. Entretanto e de acordo com uma notícia avançada pelo Buzzfeed News, descobrimos que a Cheetah Mobile criou cerca de 45 dessas aplicações proibidas.

De facto, a Cheetah tem sido um dos maiores causadores de problemas quando se trata de aplicações problemáticas na Google Play Store. Assim, a Google removeu anteriormente algumas apps desta empresa da sua loja após uma exposição por parte do Buzzfeed a sugerir que a Cheetah estava a cometer uma fraude de publicidade. Agora, no entanto, não há aplicações Cheetah Mobile ativas na Play Store.

No entanto, há uma coisa que temos de destacar. A Google não está preocupada com as aplicações que possuem apenas muitos anúncios. O verdadeiro problema são as apps que revelam anúncios que possam piorar a experiência de utilização do smartphone. Por exemplo, se abrir uma aplicação para fazer uma chamada e começar a aparecer muita publicidade, isto vai piorar a experiência de utilização. É que não é apenas irritante, mas pode ser perigoso, pois essa ligação pode ser feita numa situação de emergência e não podemos perder tempo a fechar a publicidade.

Play Store para a Google

A Google reconhece, no entanto, que isto não é uma guerra fácil. É que alguns programadores estão a ficar cada vez mais experientes a introduzir apps na Play Store com más intenções. No entanto, tudo está bem escondido. Para combater estes utilizadores mal-intencionados a Google aposta no machine learning e em novas tecnologias para impedir que essas apps conquistem boas posições na Play Store.

O que importa aqui reter é que é necessário termos sempre cuidado com o que descarregamos da Play Store. É que uma app mal intencionada pode dar-nos muitas dores de cabeça. Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Alerta! Tenha muito cuidado com este esquema no WhatsApp!

O WhatsApp é sem dúvida uma das plataformas de comunicação mais populares. Todos a usamos e como tal somos também um alvo de um...

Mega-promoção: superaquecedor Xiaomi SmartMi 1S só 111 Euros

Os tempos mais frios estão a chegar e como tal é boa ideia começarmos a arranjar soluções que permitam aquecer a casa, mas ao...

Amazfit GTR 2 e GTS 2: há um update que tem de instalar!

Há um novo update que está a ser disponibilizado para quem tem um Amazfit GTR 2 ou um Amazfit GTS 2. A atualização leva...

Sony já ganha em Espanha! PS5 vendeu mais que a Xbox Series X!

As consolas da nova geração já chegaram ao mercado, e agora a luta continua no número de vendas que cada uma alcança nesta fase...

Não é só The Witcher! O “Super Homem” tem outros projetos brutais!

Henry Cavill é bastante conhecido em todo o mundo pelos seus mais diversos filmes. No entanto, foi com o "Super Homem" e agora mais...