(Especial) PC Gaming vs Portátil Gaming: Quais são as vantagens?

Hoje em dia, já temos portáteis gaming super poderosos, capazes de oferecer um tipo de jogabilidade capaz de fazer muitos jogadores corar. No entanto, em comparação a um PC Desktop equiparável, vai ficar sempre a perder em termos de performance, por vezes, em termos de preço, e por fim, também deve ficar a perder bastante no campo da praticabilidade.

Vamos por partes.

(Especial) PC Gaming vs Portátil Gaming: Quais são as desvantagens?

vs portátil

Portanto, normalmente, os portáteis gaming são baseados em versões capadas dos CPUs, GPUs e chips de memória que encontramos no mundo dos PC Desktop.

Sim, existem portáteis baseados em chips desktop, mas estes modelos lidam com os mesmos exatos problemas das versões mobile, mas claro, com mais alguma gravidade à mistura. Ou seja, vão ter sempre de lidar com dificuldades como o consumo de energia, consequente quebra da autonomia da bateria, o facto de ser impossível chegar às mesmas frequências devido às limitações de consumo já referenciadas. Não esquecendo o facto de ser impossível ter uma boa performance no campo da refrigeração.

E claro, uma máquina quente, é uma máquina que vai obviamente ter uma longevidade mais reduzida. Afinal de contas, se não quer comprar uma placa gráfica usada no mining, porque esteve a trabalhar dia após dia, porque é que quer um portátil que sempre que é ligado, mete todos os componentes internos dentro de uma sauna?

Um portátil gaming é interessante! Mas ao contrário de uma torre, não há upgrades para ninguém!

Hoje em dia, ainda é possível atualizar a memória RAM ou SSD num portátil pensado para o mercado entusiasta. Mas até isto é cada vez mais uma limitação! É que por várias razões, as fabricantes estão a preferir soldar estes chips.

Ou seja, enquanto num PC Desktop pode trocar virtualmente todo e qualquer componente, num portátil está limitado à máquina que compra. Pouco mais pode fazer para melhorar a performance, ou proceder a reparações ‘in-house’.

Um portátil gaming realmente poderoso não é bem um portátil… É mais um transportável!

vs portátil

Resumindo muito o tema, quanto menos sacrificar na performance e na autonomia da bateria, maior (e mais inconveniente) será o seu portátil. Como pode ver na imagem em cima de Linus Sebastian (LinusTechTips), a segurar um Acer Predator de 9000€.

Conclusão

Tem de se questionar… Prefere menos performance e menos portabilidade, ou mais performance e ter uma portátil grande e pesado? Faz mesmo sentido ter um portátil gaming? Não fará mais sentido apostar numa torre?

A resposta para estas perguntas depende de pessoa para pessoa. Mas é sempre uma boa ideia pensar muito bem naquilo que quer, ou que realmente precisa.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Prefere portátil, ou PC Desktop? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Intel Core i9-12900K destruiu tudo o que a AMD tem para oferecer

Muito tem sido dito e 'leaked', acerca da nova geração de processadores Intel Core 12000, especialmente quando se fala do muito esperado topo de...

Em 2018, a Sony garantiu que a PS5 passava o teste do tempo!

Como deve saber, a Sony "abriu" recentemente o suporte à montagem de SSDs PCIe 4.0 NVMe M.2 no slot secundário interno da sua consola...

Google: se receber este aviso no Gmail pode ficar sem conta!

É muito raro conseguirmos encontrar uma pessoa que não utiliza produtos Google como o Gmail e o Google Fotos, ou que não tem uma...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!