Padel: Raquetes têm tantos furos para quê!?

O Padel é um desporto interessantíssimo, que está a crescer a um ritmo quase absurdo, isto a uma escala global. Aliás, alguns especialistas afirmam que este é o desporto com o maior ritmo de crescimento da atualidade. Algo compreensível, visto que apesar de ser difícil de dominar, é muito fácil de lhe apanhar o jeito, e é sempre uma altura divertida no dia dos praticantes, sejam este meros casuais, ou “pro”.

Dito tudo isto, como deve imaginar, tendo em conta que é um desporto incrivelmente popular em Espanha, Portugal não está fora da loucura. Aliás, é fácil perceber que começam a aparecer campos de Padel um pouco por todo o lado, por vezes até em localidades remotas.

Algo curioso, porque o Padel apareceu por cá pela primeira vez em 2001, mas acabou por não ter muito sucesso. Entretanto, as coisas mudaram, e eu que vivo numa “terriola”, fico espantado porque até por cá já temos 2 campos de Padel, e por isso mesmo, este começa a ser um assunto completamente banal.

Assim, tendo tudo isto em conta, houve sempre algo que me causou alguma confusão… Qual é a razão dos furos nas raquetes de padel? Para que servem? Que tecnologia é esta?

Padel: Raquetes têm tantos furos para quê!?

Portanto, seja a raquete baseada em carbono, fibra de vidro, ou outro qualquer composto, a realidade é que todas as raquetes de Padel têm um qualquer número de orifícios. Este número pode ser diferente de raquete para raquete, e a sua colocação também não tem de ser sempre a mesma. Mas a sua presença é (quase) sempre um dado adquirido.

Sabe porquê? Apesar de alguns estudos afirmarem que o impacto destes furos é irrisório, na teoria, estes servem primariamente para trazer alguma aerodinâmica para a raquete, e assim facilitar o seu manuseamento em dado espaço. Além disso, também ajudam a controlar o peso da mesma.

Aliás, há até quem diga que orifícios nas extremidades seriam bastante mais interessantes, em vez de todos situados no centro. Isto porque a raquete seria mais estável, mais resistente, e também teria um ponto ótimo mais alto. Provavelmente também seriam raquetes com maior potencial de ataque.

Então, se não são necessários buracos, porquê a sua colocação?

Simples, apesar do facto de não existir uma configuração especifíca, é obrigatório (Regulamento) ter pelo menos um buraco nas raquetes de padel. Sendo exatamente por isso que a Drop Shot lançou uma raquete com apenas um orifício, bem no centro da mesma. Porém, foi um falhanço comercial.

Tentativa da Drop Shot de lançar uma raquete “sem” furos.

Em suma, apesar de tudo o que vem a ser dito acerca dos orifícios, o que realmente tem de ter em conta se porventura quiser comprar uma raquete, são os materiais que as contituem, na forma, e peso.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados