AMD Ryzen

Bem, parece que o sucesso da AMD no mercado do processadores não foi o suficiente para acabar com os ‘leaks’! Afinal de contas, temos cada vez mais informação a chegar à Internet acerca da próxima arquitetura da marca, a Zen 3 baseada no processo de 7nm EUV da TSMC, que lá está, irá dar origem aos Ryzen 4000.

Os AMD Ryzen 4000 (Zen 3) irão trazer consigo grandes melhorias no IPC

AMD Zen

Portanto, a arquitetura Zen 3 deverá chegar já no próximo ano, com um aumento de 8% na performance clock por clock, em relação aos atuais Ryzen 3000 já no mercado. Além disto, parece que vamos continuar a ver 8 núcleos de processamento por chiplet, bem como algumas melhorias no infinity fabric e memória cache.

O que por sua vez, se irá traduzir em latências mais baixas, um IPC maior, e frequências de relógio mais altas. (Há quem fale de 4 threads por núcleo, mas isto pode estar reservado apenas para os processadores Threadripper e EPYC).

No entanto, num estado inicial, estas informações deram origem a alguma especulação, que a próxima geração de processadores AMD iria ser uma espécie de Zen+, sem grandes melhorias. Em suma, um simples refinar da excelente arquitetura Zen 2. O que pelos vistos está errado… Visto que os novos Ryzen 4000 vão mesmo trazer sérias melhorias de performance.

A arquitetura Zen 3 vai trazer aumentos de ~200MHz em toda a gama!

Ryzen 3000

Aparentemente, além de todas as melhorias arquiteturais, os novos chips vão ser capazes de atingir maiores frequências, mantendo as mesmas temperaturas. Com os mais recentes ‘leaks’ a sugerir um aumento de 200MHz em toda a gama de CPUs.

Pelo menos, isto é o que as mais recentes amostras de engenharia parecem sugerir. (Em comparação com as amostras Ryzen 3000).

Uma melhoria que pode ser graças à melhoria do processo de 7nm da TSMC, mas também às melhorias arquiteturas em relação à atual arquitetura Zen 2. Ainda assim, ver um Ryzen 4000 a chegar aos 5GHz seria algo realmente curioso de se ver.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.