O stock de placas gráficas vai sofrer com o regresso da Bitcoin!



Como deve saber, meter as mãos numa RTX 30 ou Radeon RX 6000 não é uma tarefa nada fácil… Mas dentro de pouco tempo poderá mesmo ficar impossível! Visto que o mundo das criptomoedas está novamente a entrar numa fase de loucura, que ninguém sabe bem onde poderá parar.



O stock de placas gráficas vai sofrer com o regresso da Bitcoin!

placas gráficas regresso

Portanto, a Bitcoin está todos os dias a chegar a valores recorde, o que claro está, também está a levar as restantes moedas por arrastão. Por isso, a moeda Etherium também se está a valorizar bastante. Caso não se lembre, é esta a moeda que os miners tanto gostam de ‘miner’ com as suas placas gráficas.

Aliás, ainda se lembra da história do miner que comprou 78 placas GeForce RTX 3080? (Já viu uma mina? E que tal esta com 78 placas NVIDIA RTX 3080?) Pois bem, com os valores atuais da moeda, este sistema já duplicou os seus ganhos diários (900 dólares por dia), com o potencial ganho de 300 mil dólares anuais com os números atuais.

Muito resumidamente, se as coisas se mantiverem assim, é muito provável que a loucura de 2017 se repita, e que as placas gráficas voltem a voar das prateleiras, ao mesmo tempo que encarecem até mais não.

Curiosamente, apesar do aumento de performance das novas placas gráficas da NVIDIA e AMD, parece que as placas Navi 10 da AMD Radeon (RX 5000) poderão ser as grandes candidatas a desaparecer primeiro das prateleiras, devido à suas potencialidades no mundo do mining de moedas. Afinal de contas, qualquer uma das placas desta geração se paga a si mesma em menos de 90 dias.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.



mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Em destaque

Leia também