O novo smartphone dobrável da Huawei pode substituir o computador


Por em

Há algumas semanas começou-se a perceber que a Huawei está pronta para desafiar a Samsung na corrida para lançar o primeiro smartphone dobrável do mundo. A Samsung tem vindo a falar ocasionalmente deste tipo de design há anos. Falou-se do design e das funcionalidades, mas o lançamento foi sendo sempre atrasado. Mais recentemente, a Samsung revelou que algumas das tecnologias que estão no centro do telefone dobrável podem ser reveladas em novembro.

A Samsung não quer de forma alguma ser ultrapassada pela fabricante chinesa de smartphones, que já está a ameaçar o seu domínio no mercado de smartphones. No entanto e apesar do dispositivo da Huawei ainda não ter sido revelado em fugas de informação, o CEO da Huawei, Richard Yu, falou sobre este equipamento numa entrevista ao site de notícias alemão Die Welt.

“Porque razão ainda está a utilizar um computador?”, questionou Yu, respondendo a uma questão acerca das futuras inovações no campo dos dispositivos móveis. “Provavelmente porque o ecrã do smartphone é muito pequeno. Nós vamos mudar isso. Faz todo o sentido que um ecrã possa ser desdobrado”.

Este responsável também afirmou que a Huawei já está a trabalhar neste dispositivo e não será necessário mais do que um ano para o podermos ver. Ele não revelou detalhes reais acerca do lançamento do telefone. Mas a entrevista abordou outras funcionalidades que provavelmente veremos neste dispositivo dobrável. Falamos, claro, da Inteligência Artificial e do 5G.

Na opinião de Richard Yu, “o smartphone vem depois do smartphone”, indicando que não teremos um substituto em breve. “Está a desempenhar um papel cada vez mais importante na vida dos utilizadores”. “Não há dispositivo que seja mais pessoal. Será a chave, quer seja no trabalho ou na vida privada, para pagamentos ou entretenimento. Graças à Inteligência Artificial fica ainda mais inteligente. ”

Segundo o responsável da Huawei, a IA trará recursos adicionais para além das câmaras e das imagens. Yu afirma que vai ajudar na melhoria da realidade aumentada, bem como na tradução de idiomas em tempo real. Tudo isto graças a novos chips poderosos que incluem suporte para recursos da IA – Lembramos que a Huawei acaba de lançar a plataforma Kirin 980.

O 5G também terá um papel importante na evolução do smartphone. “Vamos ver mais uma evolução do que uma revolução quando se trata dos dispositivos. O utilizador definitivamente vai ter uma vida muito mais divertida. Tínhamos acabado de falar sobre traduções em tempo real. Elas também serão possíveis porque as conversas podem ser enviadas para a nuvem e regressarem à velocidade da luz com tempos de resposta muito curtos”.

A Huawei vai divulgar o Mate 20 Pro a 16 de outubro, que seria o momento perfeito para revelar mais detalhes acerca dos seus planos de telefone dobráveis, se este fabricante quiser concorrer realmente com a Samsung.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Placas Gráficas NVIDIA GeForce RTX ‘Turing’ – Novos detalhes!

Intel nega que tenha recorrido à TSMC para a fabricação de produtos!

Seguinte