Google Play Store

Devido a todos os problemas que têm ocorrido ultimamente com a Play Store. A Google viu-se obrigada a mudar para uma nova política de regras, ficando um pouco mais rígida. Isto porque, depois das aplicações infestadas de adWare, a Google vê-se agora metida em mais um problema.

É que segundo o que foi revelado, existem algumas aplicações que influenciam os utilizadores a fazer empréstimos. Usando todos os truques possíveis para fazer com que as pessoas caiam na armadilha. Mas explicaremos tudo aqui mais em baixo.

Afinal de contas, de que forma estas aplicações persuadem os utilizadores?

Play Store

Segundo alguns relatos, estas aplicações levam os utilizadores a fazer empréstimos com taxas de juros exorbitantes! Por vezes as condições nem sempre são claras e as pessoas acabam por pagar mais do que aquilo a que se sujeitam.

No entanto, a google anda atenta a todas estas aplicações “manhosas”. E como tal, acabou por implementar algumas novas regras para combatê-las. Impedindo que pratiquem alguns comportamentos menos claros.



Nova política

Eis o que foi dito pela Google acerca deste assunto:

“Todos e quaisquer empréstimos pessoais, terão de ter agora informações sobre a qualidade do serviço. Ou seja, terão de ser reveladas as taxas, riscos e benefícios do empréstimo. Para que desta forma, até nós possamos saber do que se trata ao certo. ”

“Para além disso, estipulamos que estes empréstimos não poderão incluir hipotecas, empréstimos para carros, linhas de créditos e empréstimos para bolsas estudantis.”

“Assim, todos estas aplicações deverão revelar o período mínimo e máximo para reembolso, taxa anual e taxas de juros durante o empréstimo.”

Em suma, os programadores de aplicações de empréstimos na Play Store, terão de ter muito mais cuidado com a Google. Afinal de contas, os cuidados serão agora redobrados com a nova política.

Gostou do que leu? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo. 

Fonte

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.