(Guia) Como monitorizar (e otimizar) o seu disco rígido no Windows 10

Apesar de todas as evoluções no hardware que dá origem aos muitos tipos de armazenamento do mercado, as drives HDD e SSD continuam a ser uma autêntico dor de cabeça para muitos utilizadores do Windows 10, especialmente quando começam a dar problemas do nada, e temos a nossa vida inteira ali armazenada.

Por isso, hoje vamos dar algumas dicas para tentar aumentar a longevidade das suas drives, e provavelmente, resolver alguns problemas que possa andar a ter.



1. Sabe o que é a desfragmentação de um disco rígido?

drives, disco

Tem tido alguns problemas com a lentidão na leitura ou escrita de dados no seu armazenamento?

Caso não saiba, os discos rígidos precisam de vários tipos de otimização, especialmente as drives SATA convencionais que fragmentam os dados ao longo do tempo. Caso não saiba o que é ‘fragmentar’ num disco, estamos basicamente a falar de um sistema que a drive utiliza para tentar aproveitar ao máximo o espaço disponível. No entanto, ao longo do tempo, pode começar a ter um efeito nefasto na performance do PC.

Como desfragmentar:

  • Vá ao Menu Iniciar e escreva ‘defrag‘. Carregue na aplicação que aparece em primeiro lugar.
  • Irão aparecer todas as drives presentes no sistema.

Antes de mais nada, os SSDs não precisam de desfragmentar nada, devido ao facto destas drives não utilizarem qualquer mecanismo móvel. Por isso, escolha o SSD e carregue na opção ‘Otimizar‘ para iniciar o processo de Trimming. (Basicamente limpa os restos/rastos de ficheiros que outrora estiveram presentes na drive)

  • Já no caso dos HDDs, pode escolher a opção Analisar, e depois clique em continuar.
  • Posteriormente, se o resultado da análise o sugerir, pode clicar em Desfragmentar.

Caso queira, pode definir desfragmentações ao longo do tempo (semanalmente/mensalmente)

2. Check Disk (CHKDSK) / Análise de erros

  • Carregue nas teclas Windows + E
  • Carregue com o botão direito na drive que pretende analisar, e escolha Propriedades.
  • Vá a Ferramentas.
  • Carregue em Check para inicializar a ferramenta de análise de erros.
  • Espere alguns minutos.

3. WMIC (Windows Management Instrumentation)

wmic

  • Abra o Menu Iniciar do Windows e escreva cmg, carregue na primeira app que aparece.
  • Escreva o comando ‘wmic‘ e carregue enter.
  • Escreva ‘disckdrive get status‘ e carregue enter. O sistema vai apresentar os dados relativos à saúde das drivers. (Se aparecer OK, está tudo bem)

Estas são apenas algumas dicas fáceis de perceber e fazer para saber o que se passa com a sua máquina e posteriormente otimizar a sua performance. Dito isto, se por alguma razão os problemas continuarem, então é provável que os problemas de performance venham de outro lado.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Não quer instalar o iOS 15? Veja como continuar a ter updates!

O iOS 15 chegou e veio cheio de funcionalidades. De facto, há muitas e boas razões para mudar! No entanto, há muitas pessoas que...

Gmail: recupere o espaço da sua conta em segundos!

O Gmail é sem dúvida uma excelente plataforma de email. No entanto, partilha do mesmo problema das outras plataformas. Os emails vão-se acumulando, especialmente...

Google já reagiu ao lançamento do iOS 15 da Apple!

A Google não passou ao lado do iOS 15 e do iPadOS 15 e como tal já lançou atualizações para as suas aplicações. Assim,...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!