(Mini-Review) Redmi Note 11S: Espetacular para o preço

(Mini-Review) Redmi Note 11S: Como disse no artigo de lançamento da nova gama Redmi Note 11 da Xiaomi, quando queremos um novo smartphone de qualidade, entre os 150€ e os 350€, temos sempre de olhar para aquilo que a gigante Chinesa tem para oferecer nas suas milhentas gamas e submarcas.

Dito isto, enquanto normalmente aponto sempre para as versões Pro de cada lançamento, neste caso, o Redmi Note 11 Pro, tenho de dizer que fiquei muito agradado com o Note 11S, um modelo que supostamente deveria ser de “gama mais baixa”, mas que ainda assim, chegou às minhas mãos com um ecrã OLED capaz de chegar aos 90Hz, e admire-se, um sensor principal de 108MP.

É caso para dizer que ando há vários anos a dizer que os smartphones baratos estão a ficar brutais, e meus amigos, este Redmi Note 11S é inegavelmente a prova disto mesmo.

  • (Mini-Review) Redmi Note 11S: Espetacular para o preço

(Mini-Review) Redmi Note 11S: Espetacular para o preço (Pode comprar aqui)

Portanto, para me impressionar, um smartphone budget tem de me conseguir conquistar de uma forma muito simples. Ao utilizá-lo no dia-a-dia, não posso sentir falta do meu smartphone ‘normal’, que no meu caso, é um Galaxy S21 Ultra.

- Advertisement -

O que normalmente não acontece nestas gamas, porque a fabricante tem de cortar em algum lado… Seja na qualidade do ecrã, na qualidade dos sensores que dão vida ao módulo traseiro. Mas verdade seja dita, este Redmi Note 11S, que na verdade, nem é o modelo mais apetrechado desta gama, conseguiu impressionar-me em todas as vertentes.

Ora vamos olhar um pouco para as especificações técnicas:
  • Ecrã: 90Hz 6.43” FHD+ AMOLED DotDisplay
  • Câmeras: 108MP câmara principal
    8MP ultra grande angular
    2MP câmara macro
    2MP câmara profundidade
  • Peso e Dimensões: 159.87mm x 73.87mm x 8.09mm / 179g
  • SoC: MediaTek Helio G96
  • Memória: 6GB/128GB ou 8GB/128GB
  • Bateria: 5000mAh com carregamento rápido de 33W (carregador incluído)

Em suma, é um aparelho mesmo muito interessante, que não é extremamente poderoso em nenhum dos seus aspetos, mas que também não deixa nenhum dos lados da cama descobertos.

Mas vamos por partes.

Design

Como é óbvio, sendo um smartphone focado no mercado ‘budget’, temos uma construção mais baseada em plástico rijo. Ainda assim, a qualidade é palpável, e graças à escolha de materiais, é também um aparelho super leve, e por isso mesmo, muito confortável na mão, mesmo tendo em conta o ecrã de 6.43”.

Tem um design muito jovial, especialmente nesta cor Azul Estrela. Ainda assim, é um aparelho que irá agradar tanto ao público mais jovem, como também ao mais adulto, por contar com linhas simples, mas bonitas. É, na minha opinião, um aparelho que segue de muito perto a linguagem de design da Xiaomi nos últimos anos.

Ecrã

Normalmente, é aqui que as fabricantes começam a cortar, para chegar ao “preço alvo”. No entanto, neste Redmi Note 11S, que volto a salientar, nem é o aparelho mais desejado da gama, temos um ecrã que não é obviamente digno de ser usado num iPhone 13 ou Galaxy S22, mas que à sua maneira, é capaz de impressionar com a qualidade de expressão de cores, e também com a facilidade com que chega aos 90Hz.

Um telemóvel muito interessante se por acaso é como eu, e passa horas agarrado ao YouTube, ou adora jogar nos tempos mortos.

Câmeras

Além do ecrã, é também aqui que normalmente o peixe acaba por ser apanhado pela cana de pesca. Mas em 2022, a Xiaomi decidiu fazer uma forte aposta nos sensores fotográficos, ao equipar todas esta gama com o famoso sensor de 108MP.

Obviamente que a qualidade de uma câmera não depende apensar da quantidade de megapixéis Mas também é óbvia que se por ventura tivermos um sensor de maior qualidade, também será mais fácil capturar melhores imagens no fim do dia.

Infelizmente ainda não tive muito tempo para testar este sistema de câmeras ao máximo, mas deixo alguns exemplos em baixo:

Bateria

Para complementar o pacote, temos ainda uma bateria de 5000mAh, com um carregador de 33W incluído na caixa. Ou seja, autonomia não vai, nunca, ser um problema para si. Afinal, 2 dias de utilização exigente não é de todo impossível.

Conclusão

Em suma, como disse em cima, estou quase sempre mais apontado às versões Pro, e nem sempre dou grandes chances a estas versões. Mas posso admitir que este 11S foi capaz de me impressionar.

Recomendo!

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.