(Mini-Review) RealMe X2 Pro: Um topo de gama a 400€?

Os smartphones topo de gama estão cada vez mais caros, basta olhar para os recentes Galaxy S20 da Samsung, P40 da Huawei, ou o tradicional iPhone da Apple. No entanto, mesmo neste mercado estagnado, há sempre oportunidades à espreita para quem as sabe aproveitar. Por isso, hoje vamos falar de um smartphone bastante interessante da RealMe, a sub-marca ‘budget’ da gigante Chinesa Oppo. Uma marca que muito curiosamente chegou ao nosso mercado de forma oficial há qualquer coisa como 1 mês.

Ao fim ao cabo, o RealMe X2 Pro conta com um Snapdragon 855+, 8GB de memória RAM LPDDR4X, 128GB de armazenamento, carregamento super rápido de 50W, ecrã OLED de 90Hz, impressão digital debaixo do ecrã e ainda um sistema de 4 câmeras na traseira liderado por um sensor de 64MP. Tudo isto por ~400€! Será um bom negócio? Será mesmo um topo de gama?



(Mini-Review) RealMe X2 Pro: Um topo de gama a ~400€?

Portanto, o primeiro RealMe X foi lançado em Julho de 2019 como um smartphone de gama média capaz de oferecer muito daquilo que um bom topo de gama traz para cima da mesa em termos de design e qualidade de construção. Contudo, as suas especificações técnicas ficavam um pouco aquém de um telemóvel mais a sério.

Por isso, a RealMe decidiu mudar um pouco a estratégia com o X2 Pro, um aparelho com hardware topo de gama, que combina toda a sua potência com um design bastante apelativo! Tudo isto com um preço amigo da carteira. E claro está, o Portuga adora uma boa pechincha, por isso, vamos tentar perceber afinal o que este pacote oferece ao utilizador final.


Spoiler Alert! O RealMe X2 Pro consegue um equilíbrio que é quase sempre impossível neste mundo dos smartphones. Este aparelho não é um ‘flagship killer’, é um topo de gama em todo o seu direito.


Design

O RealMe X2 Pro é mais uma sandes de vidro e alumínio com as dimensões de 161 x 75.7 x 8.7mm, ecrã ‘infinito’ com uma notch gota de água, porta USB-C e felizmente a cada vez mais rara saída para auscultadores também dá um ar de sua graça. É um aparelho premium com uma qualidade de construção ao nível dos melhores do mercado.

Dito isto, o vidro curvo traseiro tem a grande missão de fazer com que o uso no dia a dia seja muito confortável. Contudo, à frente não existem curvas para ninguém, temos um ecrã plano e na verdade, ainda bem que assim é. A curvatura no ecrã é muito gira, mas também traz muitos problemas.

Entretanto, temos também um sensor de impressão digital óptico igualzinho ao que a OnePlus costuma utilizar nos seus aparelhos. Ou seja, é super rápido e preciso, conseguindo ser melhor que a solução ultra-sónica que a Samsung usa na sua gama Galaxy S20.

Em suma, na parte do design, não me parece que fique mal servido, especialmente se escolher esta cor azul.

Ecrã

Aqui temos uma das grandes razões para este smartphone ser uma autêntica beast, afinal, temos um ecrã Super AMOLED de 6.5” (2400 x 1080) com 402 ppi e capacidade de chegar aos 90Hz, tudo protegido por vidro Gorilla Glass 5. Não há mesmo muito a dizer, é um ecrã de smartphone topo de gama, num aparelho que é topo de gama mas não tem o preço de um topo de gama.

Performance

Outro campo em que este X2 Pro não desilude, tudo graças ao SoC Snapdragon 855+ e 8/12GB de memória LPDDR4X. Este menino vai dizimar qualquer tarefa que lhe atire para cima, sejam jogos, apps de produtividade, está mesmo à vontade. No entanto, apesar da marca ter apostado em armazenamento UFS 3.0 no X2 Pro, a versão de 64GB apenas dispõe de memória UFS 2.1, para ter os chips mais rápidos tem de optar pela versão de 128GB ou superior.

Câmera

Temos aqui um módulo de 4 câmeras constituído pelos seguintes sensores:

  • 64MP ISOCELL GW1, f/1.8
  • 8MP ultra-wide, 115º, f/2.2
  • 13MP 2x zoom, f/2.5
  • 2MP profundidade, f/2.4

Pois bem, em boa verdade, costuma ser aqui (qualidade fotográfica) que as fabricantes tentam poupar uns trocos para apresentar modelos ‘budget’. Mas se por acaso a RealMe tentou fazer isso, não se nota. Temos um sistema de câmeras muito flexível e super capaz de tirar fotos com muita qualidade. Veja alguns exemplos em baixo.

Bateria

Uma bateria de 4000mAh em 2020 não é nada de especial, especialmente quando estamos a falar de um smartphone equipado com um ecrã de 90Hz. Contudo, o RealMe conta com a tecnologia SuperVOOC de carregamento rápido (50W), por isso, se por ventura ficar à rasca de sumo, bastam 30 minutos para ir dos 0 aos 100%, é impressionante. Contudo, o carregamento sem fios não existe neste telemóvel, se gosta da funcionalidade, esqueça esta máquina.

RealMe X2 Pro: Conclusão

Em suma, o RealMe X2 Pro representa aquilo que tenho vindo a dizer nos últimos meses… Os bons smartphones não estão a ficar baratos, os smartphones baratos é que estão a ficar muito bons! 

Ao fim ao cabo, temos hardware de topo, uma qualidade de construção brutal, num pacote que meto muitos dos aparelhos de 1000€+ a correr atrás do prejuízo. A RealMe (Oppo) quer vencer no mercado, e para dizer a verdade, com smartphones destes, não vai ser muito difícil.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário