Melhor browser? Firefox no iPad está melhor do que nunca!


Por em

Se tem um iPad e gosta de utilizar o Firefox há boas notícias. A Mozilla tem alguns truques na manga. O objetivo é facilitar ainda mais a vida dos utilizadores. O iPad possui um ecrã maior do que o iPhone. Assim, faz sentido utilizá-lo de forma diferente e apostar sobretudo na multi-tarefa. Há pessoas que gostam, por exemplo, de navegar na Internet ao mesmo tempo que têm um vídeo a correr no YouTube.

O Firefox no iPad tem muitas novidades

Ora para que isto seja possível é necessário que o browser suporte o modo de ecrã dividido. Ou seja, a possibilidade de poder ter duas aplicações lado-a-lado.

É por isso mesmo que a mais recente atualização do Firefox permite que os utilizadores do iPad dividam o ecrã entre o browser e outra aplicação, como o Google Maps.

Além do suporte para ecrã dividido, a Mozilla também incluiu algumas melhorias na utilização.

São exemplo disso, a melhor gestão de separadores, um acesso mais fácil à navegação privada e ainda os atalhos de teclado.

Quando fizer a atualização, vai reparar que o Firefox mostra os separadores como blocos, o que facilita a sua visualização.

Entretanto, sempre que tem aceder a uma página privada num dispositivo iOS, normalmente é necessário passar por algumas etapas. A versão mais recente coloca a Navegação Privada no canto inferior esquerdo do browser para que possa aceder com apenas um clique.

Mas as novidades do Firefo no iPad não ficam por aqui.

Se estiver a utllizar um teclado externo com o seu iPad, poderá manter pressionada a tecla de comando no seu tablet para consultar rapidamente os atalhos de teclado. A Mozilla implementou alguns atalhos muito semelhantes aos do próprio sistema operativo. Como tal, não vai ser muito difícil habituar-se.

Entretanto há ainda outra funcionalidade que permite enviar separadores entre dispositivos. No entanto, vai precisar de uma conta do Firefox.

Por último, há ainda outra novidade, mas sem estar totalmente implementada. Uma vez que o iOS não permite que o Firefox seja definido como o browser por defeito, os programadores encontraram uma forma disto acontecer quando abre, por exemplo, links de um e-mail no Microsoft Outlook.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Categorias Apple
Anterior

Vai comprar um televisor? Huawei prepara novidades para Abril

Microsoft Xbox One S ‘All-Digital’ chega ao mercado em Maio!

Seguinte