Já pode reportar utilizadores e grupos no WhatsApp. Saiba como!

Já está a chegar aos utilizadores a nova versão beta 2.18.246 do WhatsApp para Android. Para além de algumas alterações ao nível da interface, destaca-se ainda a nossa funcionalidade de denunciar, ou se preferirem reportar, que tanto pode ser aplicada a utilizadores individuais como a um grupo. De facto na Leak já tivemos oportunidade de experimentar esta novidade.

Caso um utilizador opte por reportar outro ou um grupo, irá surgir uma nova caixa de alerta que vai solicitar que o utilizador bloqueie este contacto individual ou saia de um grupo específico – para além de excluir as mensagens na conversa. Ainda assim, com esta atualização poderá manter o histórico da conversa, o que não era possível anteriormente.

Esta novidade foi relatada em primeiro lugar pelo site WABetaInfo. Depois de o termos experimentado na Leak, verificámos que é muito fácil aceder a esta funcionalidade. A propósito disto, se a quiser passar a utilizar agora mesmo terá de fazer dois passos. O primeiro é carregar aqui para aceder ao programa de testes beta. É instantâneo. O segundo é descarregar o WhatsApp, ou caso já o tenha instalado aguardar pela notificação acerca da existência de uma atualização.

Para reportar um utilizador tem de selecionar uma conversa e posteriormente carregar nos três pontos do lado direito. Depois carregue em ver contacto.

reportar utilizadores

Posteriormente deslize até ao final do novo ecrã que surgir e verá a opção Report Contact. Neste momento ainda não se encontra traduzida para português. Já num caso de um grupo, entre no mesmo, carregue nos três pontos do lado direito e escolha a opção detalhes do grupo. Deslize até ao final do novo ecrã e escolha a opção Report Group.

reportar utilizadores

Entretanto saiba que a mais recente versão beta da aplicação WhatsApp para Android inclui um novo modo picture-in-picture para reproduzir vídeos do Instagram e do YouTube. Esta funcionalidade já está disponível na versão para iOS desta aplicação de mensagens desde o início deste ano. Deste modo, a nova função chega também aos utilizadores Android.

Quando esta funcionalidade estiver ativa vai surgir um botão na visualização em miniatura dos vídeos do Instagram e do YouTube. Os utilizadores podem carregar nesses vídeos e vai aparecer uma pequena janela a mostrar o vídeo.

Assim, o modo Picture-in-Picture permite que os utilizadores naveguem pela aplicação e até leiam e respondam a mensagens de outras pessoas enquanto vão vendo o vídeo. No entanto, esta funcionalidade ainda pode mudar antes do lançamento oficial, pois a plataforma de mensagens corrige os erros presentes na versão beta. Neste momento esta funcionalidade só suporta vídeos do Instagram e não os vídeos do Instagram Stories.

O Whatsapp tem vindo a adicionar funcionalidades a esta aplicação de chat nos últimos meses para melhorar os serviços que oferece aos utilizadores. Por exemplo, a plataforma de mensagens implementou melhorias na funcionalidade de conversação em grupo em maio passado, que forneceu maior controlo às pessoas que administram uma conversa em grupo.

O Whatsapp também adicionou novas funcionalidades que permitem que as empresas comuniquem diretamente com os consumidores. A adição de um botão “clique para conversar” facilita aos utilizadores o início de uma conversação com uma empresa. Já as organizações podem agora usar a plataforma Whatsapp para fornecer assistência aos clientes a resolverem um problema específico com um serviço ou produto. Esta novidade faz parte dos esforços contínuos do Facebook para monetizar o seu serviço de mensagens.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também