iPhone 14/14 Pro: vale a pena fazer o upgrade?

A Apple apresentou ontem ao mundo o iPhone 14 e o iPhone 14 Pro. Embora o design não tenha mudado, por dentro houve várias capacidades que ficaram melhores e chegaram muitas novidades ao nível de segurança. No entanto será isto suficiente para se fazer o upgrade para o iPhone 14?

iPhone 14/14 Pro: vale a pena fazer o upgrade?

Um furo em vez da monocelha

iPhone 14 upgrade

A Apple introduziu a monocelha em 2017 e, apesar de muitos fabricantes ainda a utilizarem, a maioria das pessoas já esperava que a Apple abandonasse este design. Assim teria toda a lógica um furo no ecrã como acabou por acontecer ou uma câmara escondida. Dito isto e como esta última tecnologia ainda não está suficientemente madura resolveram apostar numa espécie de furo em forma de comprimido. É aí que está a câmara para selfies, o sensor Face ID e o de proximidade. Entretanto o iOS 16 utiliza este design de uma forma interessante para as notificações e atividades. Como tal foi uma boa implementação.

Uma câmara melhorada

Tal como em todas as gerações do iPhone, também temos melhorias neste campo com o iPhone 14. Logo à partida o sensor principal é maior, o que permite capturar mais luz. Assim as fotografias em modo noturno apresentam melhores resultados. No caso do modelo Pro, para além disto, temos também mais megapixéis. 48 no caso da câmara principal.

iPhone 14 upgrade

Entretanto e ao nível da câmara frontal, apesar do mesmo tamanho de sensor e contagem de megapíxeis, existe agora uma abertura maior. Isto também faz maravilhas pelo desempenho com baixa luminosidade. Destaca-se também a focagem automática.

Além disso, tanto o iPhone 14 como o iPhone 14 Pro apresentam um modo cinematográfico melhorado, permitindo capturar vídeo em 4K a 30 fps ou 4K a 24 fps.

Novas funções de segurança

Se tiver o Apple Watch Series 7, provavelmente está familiarizado com funcionalidades de segurança como a deteção de quedas e o sensor de batimentos cardíacos. No entanto, até agora não tínhamos nada disto no iPhone.

Ainda assim tudo mudou. Isto porque com o iPhone 14 temos agora um sistema de detecção de acidentes. Quer esteja a usar o iPhone 14 standard ou o iPhone 14 Pro, o smartphone pode detetar uma forte colisão. Em seguida, liga-se automaticamente aos serviços de emergência e envia a sua localização. Isto tudo é feito com hardware dedicado que garante muita precisão.

Entretanto outra característica inovadora do iPhone 14 é o SOS de Emergência via Satélite. Isto permite que o iPhone se ligue diretamente aos satélites em caso de emergência. Assim, pode contactar os serviços de emergência mesmo que não tenha cobertura de rede móvel. Depois o equipamento envia todas as informações necessárias para a sua localização e resgate.

Um processador mais poderoso

Se optar pelo iPhone 14 Pro, terá direito a um processador A16 Bionic desenvolvido com um processo de 4nm. Isto traduz-se em mais desempenho e em mais poupança de energia. De facto, a Apple afirma que tem o chip mais rápido de sempre num smartphone, afirmando que o A16 é 40% mais rápido do que a concorrência.

Por qualquer motivo, a Apple decidiu não equipar o iPhone 14 standard com o chip A16. Em vez disso, tem o A15 Bionic do ano passado. Ou seja, o que podemos encontrar no iPhone 13 e iPhone 13 Pro.

O fim do SIM nos Estados Unidos

O iPhone 14 abandonou o cartão SIM nos Estados Unidos. Assim é utilizada a tecnologia eSIM que dispensa qualquer cartão físico. Isto torna, por exemplo, muito mais fácil e rápida a migração entre operadores diferentes.

Vale a pena?

Com o iPhone 14 temos direito a atualizações evolutivas muito interessantes e que até pode justificar o upgrade. Agora se vale a pena depende do que estiver à procura. Se for apenas por razões de câmara ou desempenho talvez não valha a pena o upgrade. Isto se estiver no iPhone 11, 12 ou 13. Agora se estiver a pensar nas questões de segurança, então aí vale toda a pena mudar. São exemplo disso a comunicação por satélite e a deteção de acidentes. Aliás não duvido que isto vai levar os fabricantes Android a fazerem o mesmo.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Newsletter Leak

Receba todas as notícias e destaques diretamente no e-mail. É grátis!

Siga-nos no Google Notícias

Artigos relacionados