iPhone 13 vai finalmente trazer tecnologias ‘antigas’ do Android

A Apple demora sempre algum tempo a adotar tecnologias interessantes. Tecnologias essas que entretanto já podemos encontrar há algum tempo no mundo Android. Como deve saber, por vezes, estamos a falar de anos.

Um excelente exemplo disto mesmo está no tempo que a fabricante demorou a mudar de design, a implementar ecrãs OLED, e claro, a aumentar as taxas de atualização acima dos 60Hz. Aliás, esta última apenas deverá acontecer agora em 2021, com o lançamento dos iPhone 13 Pro.

Pois bem, ao que tudo indica, com a gama iPhone 13, a Apple vai novamente voltar a pegar em tecnologias que já podemos encontrar no mundo Android. Afinal de contas, além do ecrã OLED LTOP, de uma notch mais pequena, e câmeras de alta resolução, também vamos finalmente ter acesso ao carregamento sem fios invertido!

iPhone 13 vai finalmente trazer tecnologias ‘antigas’ do Android

iPhone 13 do Android

Portanto, caso não saiba, desde o iPhone X e iPhone 8, ambos lançados em 2017, que a Apple tem suporte a carregamento sem fios nos seus aparelhos. Obviamente que não é o carregamento mais rápido do mercado, mas parece ser mais do que o suficiente para manter os utilizadores felizes.

Aliás, com o iPhone 12, a Apple até inovou um pouco com a implementação do MagSafe. Que por sua vez é mais rápida que a tradicional tecnologia de carregamento sem fios. Mas as coisas não vão ficar por aqui! Visto que com o iPhone 13, a Apple redesenhou todo o sistema de carregamento, de forma a suportar (FINALMENTE) o carregamento invertido sem fios. Desta forma vai ser possível carregar o Apple Watch e claro, os AirPods compatíveis com o carregamento sem fios.

Vários rumores já tinham mencionado baterias maiores na nova gama de iPhones! Por isso, a Apple vai aproveitar para implementar a funcionalidade.

Caso não saiba, é esperado que os novos iPhone 13 sejam significativamente mais grossos, devido à implementação de uma bateria de grandes dimensões. Algo feito para tentar contraria os efeitos das elevadas taxas de atualização de frames dos novos ecrãs. Mas claro está, a Apple pode ter aproveitado para também trazer outras novidades, algo cada vez mais obrigatório, num mundo de wearables, em que tudo ou quase tudo já carrega sem fios.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Ator da Netflix passou-se com os fãs! “Mal educados!”

Tendo em conta que a Netflix é um verdadeiro mar de projetos de grande sucesso acaba por ter muita atenção por parte de vários...

NVIDIA GeForce RTX 30: Um ano depois… O que aconteceu?

Numa altura em que já se fala de novas placas gráficas da NVIDIA, de seu nome 'GeForce RTX 30 Super', está na altura de...

Playstation Network vs Xbox Live: só há uma vencedora!

Se é fã de consolas já deve ter ouvido falar desde sempre da guerra acesa entre Xbox e Playstation (Sony e Microsoft). De facto,...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!