iPhone 11 tem 3x menos memória RAM em relação ao Note 10! Porquê!?

iPhone 11 tem 3x menos memória RAM em relação a vários smartphones Android! Porquê!? – Se por acaso está atento ao mercado de smartphones, sabe que os novos iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max contam com 4GB de memória RAM… O que em comparação aos 12GB do Samsung Galaxy Note 10+ e ROG Phone 2, parece no mínimo estranho.

Dito isto, claro que nem todos os smartphones Android têm esta quantidade de memória, como é o exemplo do Galaxy S10+, OnePlus 7T e Huawei P30 Pro que estão no mercado com uns ainda assim bastante decentes 8GB de RAM.



O que eu quero dizer, é que até os smartphones de gama média do mundo Android já chegam ao mercado com 6GB de RAM! Isto enquanto o mais recente iPhone tem apenas 4GB debaixo do capô

Como por exemplo, temos o caso do Xiaomi Mi 9T que tanto tenho elogiado nas últimas semanas. Afinal de contas, estamos a falar de um smartphone que pode ser encomendado da China por 236€, e que até pode ser comprado no mercado Nacional por 279€. Um menino que já chega ao mercado com 6GB de RAM!



Então, se um smartphone de ~250€ tem 6GB de memória RAM, como é que o iPhone 11 Pro Max de 1279€ tem apenas 4GB? A resposta a esta pergunta é tudo menos simples… Mas vamos por partes

Porque é que o iPhone tem 3x menos memória RAM que os smartphones Android

iPhone

As más línguas costumam dizer que é para poupar dinheiro. E de certo modo, eu até acredito que isto seja parcialmente verdade. Mas a resposta é bem mais complexa, ora leia:

1. Garbage Collector

Se por acaso for programador ou já deu uns toques em Java, sabe do que estamos a falar. É que no caso do Android, as aplicações usam Java, e como resultado disto mesmo, o Sistema Operativo da Google utiliza o Garbage Collection.

Ou seja, quando o Garbage Collector entra em funcionamento, vai imediatamente à memória perceber o que não está a ser usado. Um processo lento que provoca alguma lentidão na performance do aparelho. Por isso, as fabricantes começaram a meter mais RAM, de modo a não ter de sofrer tanto com isto.

Por sua vez, o iPhone não utiliza esta funcionalidade. Utiliza algo chamado de ‘Automatic Reference Counting’, uma forma inovadora de gerir objetos num sistema operativo. É muito devido a isto que o iOS sempre foi mais eficiente no uso dos seus recursos, em relação ao Android.

2. Hardware

O iOS está otimizado ao máximo para correr no hardware dos aparelhos Apple. Afinal de contas, tanto o software como o hardware é escolhido ou produzido pela própria empresa. No caso do Android, as coisas são bem diferentes.

3. Interface do Utilizador

Uma das maiores queixas do mundo Android, é o lag dentro do próprio sistema operativo em relação aquilo que a Apple oferece. Isto acontece porque a renderização da interface do iOS é feita numa thread separada marcada como prioritária. No outro lado da mesa, temos o Android que tem a interface na thread principal com prioridade normal. Ou seja, no caso do Android, outros processos podem ter acesso aos recursos do processador, enquanto o utilizador está na interface do sistema operativo… O que poderá resultar no clássico lag.

4. Gestão de Aplicações 

No lado do Google Android, os programadores têm mais liberdade para correr processados em segundo plano em relação ao iOS da Apple. Ou seja, no iPhone, o iOS adora ‘matar’ processos desnecessários, enquanto no Android temos várias fugas de memória ou uso de recursos computacionais sem necessidade em segundo plano. O que claro está, faz com que a gestão de recursos seja bem diferente entre os sistemas operativos rivais.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário