Intel revela o impacto na performance do Spectre e Meltdown

Com benchmarks

55664
1
Share:

Se falar com qualquer entusiasta tech, irá perceber que a performance dos seus “brinquedos” é sagrada, não gastamos o nosso precioso dinheiro num processador de topo Intel, para o ver “coxear”.

Mas dado as últimas noticias das vulnerabilidades Spectre e Meltdown, é expectável haver um impacto na performance das nossas máquinas após a aplicação das correções.

Mas será assim tão grande ?

A estimativa inicial era de 30%, mas a Intel tentando ser optimista anunciou que impacto para o utilizador comum seria completamente negligenciável, e com isto também lançaram alguns benchmarks nas últimas horas.

Vamos ver o que o os resultados dizem!

Intel Impacto Performance Spectre Meltdown Benchmark


A Intel mediu o impacto nas suas gerações de processadores mais recentes, ou seja a sexta, sétima e oitava geração Intel Core, mas mais especificamente o i7-6700K, i7-7920HP, i7-8650U e o i7-8700K, o Sistema Operativo de eleição foi o Windows 10 com o 7 também a ter uma breve aparição.

A gigante dos processadores escolheu 4 benchamarks:

  • SYSmark 2014 SE – Mede a performance num ambiente de empresa, simulando um ambiente de escritório.
  • PC Mark 10 – Mede a performance no dia-a-dia para um utilizador comum.
  • 3DMark Sky Diver – Mede a performance num ambiente de gaming DirectX 11.
  • WebXPRT 2015 – Mede a performance usando workloads que incluem edição de foto, organização de álbuns, gráficos e processamento de sequências de DNA.

Os resultados do Sysmark mostram um decréscimo de performance entre 6-8% com o i7-6700K a ser o mais atingido, com a responsividade do sistema por sua vez a ter o maior impacto, com um decréscimo de 21% no i7-6700K.

A nível de gaming podemos ver pelo 3DMark Sky Diver que o impacto não é significativo, com um decréscimo de 3-4%, já o benchmark WebXPRT 2015 releva uma queda entre 5-10%, que é um pouco mais preocupante.

Desiludidos com a perda de perfomance ?

 

 

Share:
Nuno Miguel Oliveira

1 comentário

Deixe uma resposta