Intel na primeira posição! Samsung está agora atrás nos semi-condutores

Não é novidade para ninguém que a Intel tem lidado com alguns problemas nas suas linhas de produção, muito devido ao absoluto falhanço que tem sido a passagem para os 10nm, um processo de produção que já deveria ter sido lançado em 2016. Dito tudo isto, estes problemas deram a oportunidade às rivais para crescer no mercado, especialmente a TSMC e Samsung, que também são duas gigantes nesta indústria de semi-condutores.

Aliás, chegámos a um ponto em que a Intel até foi ultrapassada pela gigante Sul Coreana Samsung! No entanto, parece que o tempo da Samsung no trono chegou rapidamente ao fim.

Intel ultrapassou a Samsung, é agora a maior fabricante de semi-condutores!

semi-condutores

Portanto, a Intel voltou ao seu trono depois da Samsung ter liderado a maioria do ano de 2019 e 2018, graças à explosão na procura de chips DRAM da gigantes Sul Coreana. No entanto, o mercado de semi-condutores caiu cerca de 12% em 2019, e claro, com o Coronavírus a afetar a produção e procura no mercado, é esperado que as coisas piorem ainda mais em 2020.

Assim, segundo Andrew Norwood da Gartner, a saturação do stock de chips DRAM ajudou a uma queda de 32.7%, algo que levou a uma grande queda nas receitas, visto que a memória significa cerca de 26.1% da totalidade do mercado de semi-condutores, sendo também o segmento com pior performance no ano passado.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo. Entretanto, meta a Leak como favorito no Google Notícias, para nunca perder uma notícia nossa.


Televisões Xiaomi de 55”, 43” e 32” na Globaldata! (445€/345€/177€)

A Xiaomi tem uma gama de produtos incrível, desde relógios a smartphones, passando pelos fones de ouvido, tablets e até televisões. Isto sempre a pensar na qualidade/preço de cada produto, de forma a ganhar a atenção dos consumidores.

Dito isto, apesar dos preços e qualidade de todos os seus produtos, há muita coisinha que não é fácil de arranjar no nosso país… Sim, mandar vir um relógio ou telemóvel da China, não é de todo um bicho de 7 cabeças. Mas se calhar a coisa já muda quando começamos a falar de mandar vir uma televisão de 55”. Será que uma coisa desse tamanho não se estraga na viagem? E a alfândega? Um pacote miniatura de um relógio ou smartphone passa na boa, mas uma caixa gigantesca da Xiaomi se calhar já não.



Leia o resto do artigo aqui.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também