Intel 4: Dobro da densidade, + 20% de performance

Como deve saber, na parte da produção, a Intel ainda está num sítio um pouco estranho, principalmente desde que os 10nm chegaram (finalmente) ao mercado. Ao fim ao cabo, o seu processo de produção mais recente, agora conhecido como Intel 7, porque a sua performance e densidade é muito similar aos 7nm da TSMC, chegou incrivelmente atrasado ao mercado, o que claro está, deixou a Intel presa aos 14nm durante 4 ou 5 anos, o que por sua vez acabou por dar muita margem à AMD para se desenvolver, e lançar produtos realmente interessantes.

Se este atraso não tivesse existido, quem sabe o que poderia ter acontecido? Será que a AMD seria aquilo é hoje? Ou os primeiros Ryzen teriam sido um completo falhanço? Se isso tivesse acontecido, será que ainda estaríamos presos aos ‘Quad-Cores‘? Muitas perguntas sem resposta.

- Advertisement -

Dito tudo isto, a Intel apresentou finalmente o seu novo processo de produção, o Intel 4, antigamente conhecido como processo de 7nm, mas que devido ao facto de ter a mesma densidade de transistores que o processo de 4nm da TSMC, recebeu um novo nome. Qual vai ser a evolução?

Intel 4: O dobro da densidade, e aumento de performance à volta dos 20%

Portanto, o Intel 4 (7nm) é o primeiro processo de produção da fabricante a fazer uso da tecnologia de litografia EUV, e pelos vistos, comparativamente ao Intel 7 (10nm), temos uma duplicação da densidade de transistores na mesma exata área, bem como um aumento de performance de 20%.

No entanto, o dobro da densidade não significa que o chip seja agora metade do tamanho. Na verdade, a proporção está nos 0.77 de redução de área necessária. Devido à implementação de outras tecnologias.

O que muda?

Na produção, como a Intel está a utilizar a tecnologia EUV pela primeira vez, todo o processo é agora simplificado. Além disto, temos um aumento muito significativo na eficiência energética, com a fabricante a reportar um ganho de 21.5% na manutenção de frequências a 0.65V, e 10% a 0.84V.

Num ganho mais geral, parece existir uma diminuição no consumo de mais ou menos 40%.

Quando é que o processo Intel 4 chega ao mercado?

Os primeiros processadores devem chegar às prateleiras em 2023, a começar pelos Meteor Lake-P.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.