Huawei diz que vai ultrapassar Samsung no próximo ano


Por em

Já passaram muitos anos desde a fundação da Huawei. Esta empresa chinesa nasceu a 15 de setembro de 1987. Foi com baby steps foi montando uma estratégia que inicialmente apostou em equipamentos de entrada de gama e muitos negócios com operadores de dispositivos móveis. Depois, esta empresa cresceu. Nos últimos anos arrisco mesmo a dizer que o crescimento foi avassalador. Destronou a Apple na luta pelo segundo lugar, algo que muitos consideravam impossível e já olha para a primeira posição.

Foi exatamente disto que falou o CEO desta empresa numa entrevista à pubicação alemã De Welt.

Richard Yu, revelou numa entrevista muito interessante, alguns dos planos futuros da empresa. Em primeiro lugar, o CEO da Huawei afirmou que em breve vai ultrapassar a Samsung em termos de participação de mercado. Segundo Richard Yu, a Huawei “será a líder de mercado no próximo ano, o mais tardar. Nas suas próprias palavras, já estão perto.

Nesta entrevista também se falou de dispositivos dobráveis. Neste campo salientou que a Huawei já superou a Apple em termos de inovação e acredita que a empresa de Cupertino não vai lançar um smartphone dobrável em breve.

De facto esta é uma questão interessante de se analisar e em que até o co-fundador da Apple já mostrou preocupação.

Foi numa entrevista à Bloomberg que Steve Wozniak, falou de todas as formas de tecnologia. São exemplo disso a criptomoeda, inteligência artificial, machine learning e carros elétricos. Por fim admitiu que estava “preocupado” com o facto de ainda não ter ouvido falar de um iPhone dobrável. Especialmente considerando o grande número de dispositivos dobráveis ​​com sistema operativo Android que foram lançados no Mobile World Congress.

Mate X

Mas voltando à Huawei e ainda centrando-nos nos dispositivos dobráveis, o Huawei Mate X foi um dos smartphones mais caros apresentados no MWC. No entanto isto não será para sempre.

O CEO da Huawei afirmou que o preço dos smartphone dobráveis ​​vai acabar por diminuir. Isto deve acontecer dentro de um ano ou dois.

O preço final deverá situar-se nos € 1.000. Até existirão alguns fabricantes chineses a vendê-los por cerca de 500.

Ao contrário do que alguns analistas pensam, Richard Yu acredita que os smartphones dobráveis se vão tornar o standard dentro de poucos anos.

Entretanto até falou de smartphones com ecrãs de 100 e 200 polegadas. Parece algo impossível? se estivermos a falar de um ecrã virtual não. Imagino assim algo muito ao estilo do filme Minority Report.

Entretanto o CEO da Huawei confirmou que estão a trabalhar nuns óculos de realidade virtual que devem chegar em menos de 5 anos.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android, Featured

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

AMD Radeon Navi – Benchmarks chegaram à Internet!

Samsung prepara topo-de-gama mais barato que o Galaxy S10e

Seguinte