Há uma nova aplicação que vai poupar bateria como nunca!


Por em

Um professor da Universidade de Waterloo, em colaboração com investigadores do Instituto Indiano de Tecnologia, publicou um estudo que revela um novo método de poupança de energia em smartphones Android com ecrãs OLED (Organic Light Emitting Diode). A nova técnica é uma mudança radical em relação às aplicações tradicionais de economia de energia, pois a aplicação concentra-se na capacidade de um ecrã OLED iluminar pixéis individuais para conservar de uma forma mais eficaz a energia da bateria.

Enquanto a maioria das aplicações de poupança de bateria economizam energia limitando o desempenho e desativando as funcionalidades, o novo método funciona escurecendo ativamente partes de um ecrã OLED. Aproveitando a nova funcionalidade de janelas múltiplas do Android, a aplicação reduz especificamente o brilho de uma parte do ecrã que não está a ser utilizada ativamente. Em laboratório obteve-se uma poupança entre 10 e 25%.

Esta técnica funciona devido à tecnologia responsável pelos ecrãs OLED, que, ao contrário dos ecrãs tradicionais de cristais líquidos (LCD), não exige luz de fundo e pode ativar e desativar pixéis individuais.

Importa salientar que isto é uma funcionalidade semelhante à “Always-on” que também utiliza a capacidade do ecrã OLED para controlar pixéis individuais. Quando uma notificação é recebida, apenas se acendem os pixéis individuais. Como a maior parte do ecrã ainda está desligada, é muito mais eficiente em termos de energia comparativamente a um ecrã totalmente iluminado.

No entanto, há desvantagens para os ecrãs OLED. Ao contrário dos ecrãs LCD, os OLED são suscetíveis à queima. Isto significa que os painéis OLED, ao exibirem as mesmas imagens por longos períodos de tempo, podem ficar descoloridos e manter padrões de imagem no ecrã. Faz lembrar o que acontecia com as televisões de plasma.

Embora estes investigadores não sejam os primeiros a tirar proveito dos painéis OLED para economizarem energia, este estudo destaca-se por ser o primeiro a reduzir as partes individuais do ecrã quando não estão a ser utilizadas ativamente.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Etiquetas
Anterior

NVIDIA afirma que o mining está morto… Por agora!

O novo modo confidencial já está no Gmail. Saiba como usar!

Seguinte