Cuidado Playstation e XBOX! O Google Stadia chegou!

No ano passado, a Google anunciou o Project Stream, uma experiência de streaming limitada e desenvolvida em torno do Assassin’s Creed Odyssey. Após um curto período de testes em janeiro, o projeto terminou e a Google manteve-se em silêncio acerca dos planos futuros no que diz respeito ao streaming de jogos. Agora e na GDC 2019 resolveu quebrar o silêncio com o anúncio da Stadia.

O novo serviço Stadia foi desenvolvido para todo o tipo de jogadores.

De facto, o serviço baseado na cloud funciona perfeitamente com o Chromecast, o browser Chrome, os desktops, os laptops, os tablets e os smartphones. Na prática disponibiliza a capacidade de se alternar instantaneamente entre dispositivos em segundos, sendo assim possível levar a sua experiência de jogo para qualquer lugar – desde que tenha uma boa ligação à Internet.

Fonte: 9to5Google

O serviço é baseado no Linux e utiliza Vulkan. O Stadia vai suportar muitos dos motores de desenvolvimento de jogos mais populares, incluindo Unreal e Unity. Uma vez que tudo é baseado na cloud, o trabalho mais pesado é realizado num PC remoto.

Em suma, o novo controlador Stadia liga-se através do Wi-Fi aos servidores da Google. A ideia é garantir uma experiência de jogos sem atrasos. O novo controlador suporta o Google Assistant e tem um botão para capturar e guardar experiência de jogos no YouTube.

No entanto e ao contrário do que se pensava, o controlador não é absolutamente necessário.

Apesar desta ser a melhor forma de interagir com o novo serviço, qualquer dos outros controladores existente deve funcionar, inclusivamente ratos e teclados.

Com o nome serviço da Google tem acesso a uma poderosa plataforma de hardware, independentemente do dispositivo que estiver a usar. Ao usar o serviço de jogos do gigante dos motores de busca é como se tivesse na sua secretária um computador com um  processador x86 que opera a 2,7 GHz e 16 GB de RAM. É possível ainda uma velocidade de transferência de até 484 GB/s. Claro que importa destacar o processador gráfico com 10.7 terraflops de potência .

Outro ponto também importante é o suporte para streaming até 4K. Dependendo da sua ligação, pode escolher entre 1080p e 4K. O suporte 4K conta com 60fps, HDR e suporte de som surround completo. Entretanto, no futuro, a Google também vai disponibilizar suporte para jogos 8K, embora não exista qualquer timeline.

O novo serviço permite ainda gravar instantaneamente um jogo. Mas isto não é a única novidade. Tudo tem a ver com a interação.

Assim, pode ser possível comprar / descarregar o jogo a que está a assistir a partir exatamente do mesmo ponto onde está o seu streamer favorito.

Entretanto, até poderão jogar com ele, o que é sem dúvida fantástico. Claro que a Google teria de chegar antecipadamente a acordo com o Streamer para ele permitir este tipo de atividades.

Uma plataforma de jogos não é nada sem jogos. Assim a Google afirmou que mais de 100 estúdios estão a trabalhar arduamente para levar os jogos para a Stadia. Até agora os únicos títulos confirmados são o Doom Eternal e Assassin’s Creed Odyssey.

Curiosamente, a Google anunciou o seu próprio estúdio de jogos apelidado de Stadia Games and Entertainment. Esse estúdio vai desenvolver as suas próprias experiências, mas também vai ajudar os programadores – grandes e pequenos – a implementarem a tecnologia Stadia nos seus títulos.

Dito isto, o que acha desta plataforma e das novidades?