Google Play Store fecha ainda mais a porta à Rússia!

O ataque russo à Ucrânia tem estado a levar a muitas alterações no mercado global. Isto sobretudo devido às pesadas sanções que levaram muitas empresas a saírem do mercado russo. Entre elas está também a Google, que suspendeu os pagamentos na Play Store para quem vive na Rússia em março. Assim não é possível comprar novas apps ou subscrever planos. Em maio, as medidas são ainda mais duras. Dito isto, os residentes russos estão agora impedidos de descarregarem e atualizarem as aplicações que compraram anteriormente na Play Store.

Google Play Store fecha ainda mais a porta à Rússia!

De acordo com o site 9to5Google, a Google está a impedir os programadores de lançarem atualizações para aplicações pagas a utilizadores russos citando “razões de conformidade”. Isto embora ainda seja possível atualizar e publicar aplicações para apps gratuitas. Ou seja, isto é mais um corte com o país de Putin.

- Advertisement -

As pessoas que já adquiriram aplicações pagas e que não as tenham atualmente instaladas no seu dispositivo também já não poderão descarregá-las.

É provável que esta decisão não tenha sido fácil para a Google. Para além disso é possível que a empresa tenha sido forçada a este passo devido às sanções impostas à Rússia. Isto porque por um lado as pessoas deixam de ter acesso aquilo que já pagaram. Mas isso é muitas vezes o problema dos produtos digitais.

A Google recomenda que os programadores que queiram disponibilizar serviços críticos e forneçam informações aos residentes devem oferecer as suas apps gratuitamente e remover subscrições “durante esta pausa”.

A medida surge na sequência de uma diretiva de 10 de março, que é a data em que a Google suspendeu o seu sistema de faturação na Federação Russa. Isto já impediu que os utilizadores comprassem novas apps ou subscreverem serviços através da Play Store. As assinaturas existentes e os períodos de experimentação continuam até que o próximo ou o primeiro pagamento seja devido, também.

O que acha disto? Conte-nos tudo nos comentários.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.