Google Drive suporta documentos protegidos por password

A aplicação Google Drive para Android passou agora a suportar ficheiros Microsoft Office protegidos por palavra-passe. Embora isto não tenha sido anunciado oficialmente, a aplicação foi atualizada recentemente na Google Play Store e apresenta agora este suporte na lista de alterações da nova atualização.

Deste modo, os utilizadores do sistema operativo Android que costumam utilizar a aplicação Google Drive para a visualização de ficheiros, vão poder também visualizar documentos protegidos por palavra-passe.

A pré-visualização de documentos é algo muito simples e útil no Google Drive, especialmente agora que é possível visualizar ficheiros protegidos por palavra-passe na aplicação para dispositivos móveis. É que este sistema já estava disponível na versão web.

E já que falamos da versão web, o Google Drive para computador passou recentemente por uma remodelação que adiciona mais elementos do material design. Deste modo fica mais alinhada com outros serviços relacionados com a Google disponíveis na Web, incluindo o Gmail.

Para além desta novidade para Android, parece que não existem mais alterações na aplicação.

Não perca nenhuma informação importante. Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir ou no símbolo da estrela no canto superior direito.

Subscrever

Outros artigos

Veja se está a perder mensagens importantes no Gmail!

O Gmail é uma das plataformas de e-mail. É...

Atenção! Não descarregue este WhatsApp, Face e YouTube

Quem tem um smartphone ou tablet Android está em...

Gmail: como confirmar um email antes de enviar

Se é um utilizador do Gmail ou na realidade...

Google Maps: não saia de casa sem ativar este widget!

O Google Maps é a aplicação de navegação que...

Tudo o que tem de saber sobre os cabos USB

A maioria dos computadores e dispositivos electrónicos têm algum...
mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.