Filmes, música e apps: Pirataria no Telegram aumenta!


Por em

Agora que diversas plataformas estão na mira das organizações anti-pirataria parece que uma tinha escapado ilesa, pelo menos até agora. A Pirataria no Telegram está a aumentar!

Pirataria no Telegram: música, filmes, jogos, aplicações

Segundo informações recentes as funcionalidades altamente eficazes do Telegram e as funcionalidades de partilha e carregamento de ficheiros estão a contribuir para o desenvolvimento da pirataria.

Pirataria no Telegram

Caso não conheça esta aplicação, o Telegram é uma plataforma de mensagens instantâneas que disponibiliza encriptação ponta a ponta. Ao mesmo tempo permite a partilha de ficheiros de qualquer tipo.

Ao mesmo tempo esta plataforma possui canais para comunicação com públicos maiores e garante o armazenamento ilimitado de ficheiros, sendo que cada um por ter até 1,5 GB. Embora as políticas desta empresa sejam, na verdade, contra a pirataria, não parece que estejam a apostar em muitas medidas para o impedir.

Muitos canais públicos disponíveis no Telegram partilham abertamente livros, filmes, músicas e aplicações piratas, sendo que muitos deles têm um número significativo de utilizadores – até 100.000 elementos.

Pirataria no Telegram: Até é possível encontrar dados de contas Netflix

O anonimato inerente a este sistema e as respectivas APIs criadas para melhorar a privacidade impedem que qualquer pessoa que visite o canal obtenha informações acerca dos proprietários desses canais. Para além da partilha de ficheiros é ainda possível encontrar-se nesses canais diversas credenciais ilegais para acesso à serviços de streaming como o Netflix.

Por parte do Telegram, a empresa tem sido pouco consistente na aplicação de políticas antipirataria. Apesar desra empresa ter tomado medidas para encerrar alguns canais, a maior parte deles continua.

Leia também

Ou veja mais notícias de Fora da Caixa

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Smartphone misterioso da Samsung aparece no AnTuTu

Google criou uma bateria muito original! Experimente já

Seguinte