(Especial) Qual é a maior desvantagem no uso de um SSD?

Os SSDs revolucionaram o mundo dos PCs, e agora estão a fazer exatamente o mesmo com o mundo das consolas. Afinal de contas, tanto a PS5 como as novas Xbox Series S e X apontam para o uso deste tipo de armazenamento, para não só mudar a forma como jogamos os nossos jogos, aproveitando ainda para eliminar os tempos de loading da equação.

No entanto, não existem apenas vantagens no uso de um SSD em relação aos velhos discos rígidos HDD.



(Especial) Qual é a maior desvantagem no uso de um SSD?

ssd

O maior problema das drives SSD está na forma como funcionam, ou melhor, na forma como a memória NAND Flash opera. Afinal de contas, qualquer tipo de escrita que faça no SSD, vai provocar danos na célula. Por exemplo, o SSD Corsair MP400 com 1TB de capacidade de armazenamento, conta com uma resistência de 200TBW. Ou seja, cada célula flash apenas pode ser modificada 200 vezes. O que por sua vez significa que apenas podemos escrever 1TB de dados 200 vezes.

No mercado tradicional, ou seja, para os utilizadores normais, isto não é super importante, visto que não andamos a escrever informação à sorte nas drives. Além disso, a memória NAND Flash é modificada em blocos, cada um com alguns MB de tamanho. Por exemplo, se for escrito 1MB de dados (ou atualizado), o número de escritas é de 200 000 000 (1TB/1MB * 200).

Esquecendo a resistência da drive à escrita, temos também de ter em conta que quanto mais cheia estiver, maior irá ser a sua degradação.

Muito resumidamente, se já tiver 80% da drive cheia, o número de blocos livre começa a ser escasso. Por isso, a degradação começa a ser mais rápida. É aqui que o firmware começa a trabalhar a sério! Ao por a informação que provavelmente não vai ser apagada ou modificada, em blocos quase ‘mortos’.

Além de tudo isto, temos também o problema da temperatura!

Afinal de contas, se a drive estiver sempre em funcionamento, vai aquecer. Dito isto, se estiver a 40ºC, o SSD vai aguentar 1 ano. A 50ºC, a drive vai aguentar 3.5x menos. Por curiosidade, se a temperatura se mantiver nos 80ºC, o tempo de vida da drive diminui 101x.

Curiosamente, por outro lado, se a drive SSD ficar desligada demasiado tempo, poderá acabar por perder todos os dados armazenados. Por exemplo, se mantiver um SSD já muito usado sem o ligar durante 6 meses ou um ano, é provável que este ‘morra’. (E leve todos os dados consigo).


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

iOS 15 e iPadOS 15: estas são as melhores funcionalidades!

Chegou o iOS 15 e o iPadOS 15 o que significa que este acaba por se tornar num dia cheio para os fãs da...

Polémica na Netflix! Série indicada aos Emmys afinal não presta?

Muito recentemente, falámos aqui acerca dos Emmys e como nos últimos anos a Netflix tem dominado quase por completo estes prémios. No entanto, este...

Windows 11: Microsoft pode voltar atrás para calar os utilizadores

Sempre que chega ao mercado um novo sistema operativo vem carregado de modificações e nem todas as pessoas se conseguem habituar da melhor forma....

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!