(Especial) É seguro carregar o smartphone com outro carregador?

Qualquer smartphone moderno hoje em dia carrega através de uma porta USB-C, certo? Mas será que isto significa que pode utilizar um carregador qualquer para carregar o seu smartphone? Mais ou menos…

É que apesar da interface de carregamento ser quase sempre a mesma, os carregadores continuam a ser muito diferentes entre si. Especialmente quando comparamos marcas que utilizam tecnologias de carregamento rápido vastamente diferentes.

Em suma, tudo isto levanta algumas questões…

  • Será que é seguro carregar um smartphone com um carregador de outra fabricante?
  • O carregador do iPad funciona no iPhone?
  • É normal que um carregador aqueça significativamente durante o processo de carregamento?
  • Um carregador barato irá danificar a bateria do meu smartphone?

smartphone carregador

Como é que um carregador funciona?

Os carregadores funcionam todos da mesma maneira! São ligados à ficha elétrica para receberem corrente AC. O que por sua vez é posteriormente convertido para corrente DC através de um circuito retificador. Posteriormente, é tudo convertido para energia de baixa voltagem (como 5V). Passando por outros circuitos de estabilização.

Dito isto, hoje em dia, os smartphones também contam com proteções em forma de circuitos próprios! Para que consigam receber o máximo de energia possível que consigam aguentar, e que claro, o carregador consiga oferecer.

Entretanto, os carregadores originais são equipados com transformadores que são por sua vez capazes de ajustar a entrega de energia mesmo que a voltagem seja instável. Os carregadores de marcas brancas ou marcas baratas poderão não ter esta proteção, o que claro está, não garante a estabilidade da corrente durante o carregamento. Isto poderá criar problemas sérios, como uma diminuição no tempo de vida da bateria, risco de incêndio e até de explosão.

O carregador do iPad pode carregar um iPhone?

smartphone carregador

Esta é uma questão curiosa, visto que os carregadores de 10W e 12W da Apple suportam todos os iPhones. No entanto, o carregador de 5W do iPhone apenas consegue carregar a primeira geração do iPad mini.

Podemos usar o carregador de outra fabricante?

Sim, é possível, e normalmente não irá causar problemas. No entanto, é sempre aconselhado que se use o carregador original. Ou pelo menos um carregador certificado pela fabricante. (No mínimo, o carregador de uma marca de qualidade)

O aquecimento de um carregador é normal?

Sim, especialmente nos tempos que correm em que temos tecnologias de carregamento rápido simplesmente brutais.

Deixar o smartphone a carregar durante a noite é boa ideia?

As baterias modernas têm vários tipos de proteções! Para não permitir que o smartphone exceda o nível máximo de carga. Assim, o máximo que poderá acontecer é o carregador fazer dos 99% aos 100% algumas vezes durante a noite, gastando partes de ciclos da bateria.

Comprar um carregador é barato é má ideia?

Em suma, como é óbvio… Sim! Os carregadores baratos podem não ter todas as proteções necessárias para garantir a segurança do seu smartphone, e claro, o seu próprio bem-estar. Isto porque o output de energia tem flutuações de voltagem, o que poderá causar problemas na porta de carregamento e bateria do seu aparelho.

Conclusão

Apesar de não ser o fim do mundo… Tente não utilizar um carregador de outra marca. Assim, se possível, utilize sempre o carregador que veio com o aparelho. Ou carregador certificado pela fabricante.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também