Empresas Norte Americanas pedem levantamento da proibição à Huawei

Pelos vistos, a Huawei não é única empresa a perder grandes quantidades de dinheiro, com a proibição imposta por Donald Trump. Afinal, várias fabricantes de micro-processadores e outros componentes, que normalmente fornecem a gigante Chinesa, irão ter uma grande mossa financeira, graças a esta brincadeira.

E por isso, já começaram a meter alguma pressão no governo Norte Americano.

Portanto, de acordo com a Reuters, executivos da Intel e Xilinx, reuniram-se com o Departamento do Comércio no fim do mês passado, para discutir o caso Huawei e a ‘Entity List’. Que como deve saber, proíbe todas as empresas Norte Americanas de fazer negócio com a fabricante de smartphones Chinesa. (Sem uma licença especial do governo.)



Similarmente, a Qualcomm também já teve direito à sua reunião, para discutir o assunto. 

Huawei Android

Aliás, a SIA (Semiconductor Industry Association), confirmou que ajudou a combinar estas reuniões, entre as empresas e o governo Norte Americano.

Contudo, as empresas não estão a por em causa, o risco de segurança de utilizar equipamento 5G Huawei. Mas estão a argumentar, que os seus smartphones e servidores, continuam a ser um risco. Ainda mais agora, que os componentes já não são ‘Made in USA’.

“Isto não é para ajudar a Huawei. É para prevenir problemas às empresas Americanas”

Afinal de contas, dos 70 mil milhões de dólares que a Huawei gastou na compra de componentes em 2018. 11 mil milhões foram parar aos cofres de empresas Norte Americanas. Aliás, a Broadcom avisou imediatamente, que esta tensão entre os US e a China, irá significar um rombo de 2 mil milhões de dólares apenas em 2019.

No entanto, quem está a sentir a proibição na pele, é mesmo a Huawei!

Huawei EMUI

É inegável que os consumidores já vão de pé atrás, a qualquer loja de smartphones. E muito provavelmente torcem o nariz à compra de um produto Huawei. Além disto, a empresa já teve de cancelar/adiar o lançamento de vários produtos.

Dito isto, a Huawei está à espera de uma queda de 40-60% nas remessas de smartphones enviados para as lojas, em 2019

A situação está tão má para a Huawei, que o Honor 20, que deverá chegar às prateleiras no dia 21 de Junho. Poderá muito bem ser removido logo a seguir ao seu lançamento. Já para não falar, que com os utilizadores com medo de ficar sem atualizações… As vendas deverão ser uma autêntica vergonha.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.

Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário