E cá está ela, a revolta por causa dos combustíveis!


Por em

Bem, é oficial, os camionistas vão parar hoje, como forma de revolta pelo aumento de preço dos combustíveis.

Devido ao elevado preço tanto de combustíveis como os impostos, os camionistas juntaram-se ao protesto contra estes mesmos preços.

Tal como referido noutro artigo, os preços estão a subir sem parar, e as pessoas fartaram-se. Assim, hoje (dia 28/05), foi “concordado” que não íamos abastecer!


  • Os preços dos combustíveis sobem, e a nossa paciência desce… – Clique aqui.

Por isso, os camionistas decidiram levar a avante uma espécie de manifestação, sentindo-se desrespeitados.

Começou hoje às 8:00 da manhã a paralisação que não aparenta ter horas para o final, dependendo apenas do resultado das negociações!

Muitos disseram que o protesto organizado para hoje pela população não ia dar em nada… Mas a verdade é que já estamos a ver algum progresso.

Isto porque ontem, o presidente da Associação Nacional de Transportadoras Portuguesas (ANTP), foi chamado para uma reunião as 21:00 com o secretário de Estado das Infraestruturas! Sendo que hoje também iremos ver outra destas reuniões mas desta vez com a Antram.

camionistas
Foto: arstechnica.com

O presidente da ANTP diz que “O país tem que abrir os olhos“, mostrando assim o desagrado de toda a gente neste sector. Dizendo ainda que “Somos responsáveis por 5% do produto interno bruto e transportamos os restantes 95%“.

Os camionistas com isto estão a tentar lutar contra as condições precárias de trabalho, preços dos combustíveis e ainda preços mais justos nas portagens para os profissionais. Além disto, pretendem ainda obter uma secretaria de Estado dedicada aos transportes!

Tudo começa em algum lado!

Na quarta-feira, num grupo do Facebook denominado de “Paralisação de Portugal” começou um movimento.

Que começou a ganhar força, depois de uma reunião em Leiria, onde foi decidido que se iria fazer uma paralisação. Esta, de acordo com Ricardo Canelas, uma das figuras principais deste grupo, é para ser “ouvida pelo governo de forma a resolver de forma célebre as reivindicações“.

Esta iniciativa, antes de ontem, obteve ainda o apoio da ANTP! Mas pode não ficar por aqui, pois estão a apelar o apoio a outros sindicatos e entidades da mesma natureza.

camionistas combustíveis
Foto: pixabay.com

O problema, é que a Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações não quer aderir a esta paralisação!

De acordo com um comunicado do site da mesma podemos ler :

– “Não é uma greve porque não é convocada por nenhuma organização sindical, as entidades que, nos termos da lei portuguesa, têm legitimidade para as convocar. Trata-se de um lock-out proibido pela Constituição da República Portuguesa“.

A federação concorda que os preços dos combustíveis são uma razão de queixa, mas diz também que deveríamos ajustar a situação de outras maneiras, nomeadamente com contratos colectivos de trabalho.

Foi dito ainda ao DN por Gustavo Duarte, o presidente da Antram, representante de 90% do setor, que esta não iria participar no protesto para “tentar perceber as reivindicações”.

Fonte

Leia também

Ou veja mais notícias de Fora da Caixa

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

ZTE aceitou multa de 1.3 mil milhões de dólares!

Honor 7S chega com processador MT6739 e câmara de 13 MP

Seguinte