Dispositivos inteligentes domésticos podem deixar de funcionar!

A Internet das Coisas (IoT) é o termo que é utilizado na maioria dos casos para definir os dispositivos inteligentes que temos em casa e que se ligam à Internet. Devido à sua crescente popularidade, as empresas de tecnologia estão cada vez mais focadas na criação de um ecossistema de produtos que podem ser interligados e controlados diretamente a partir de um smartphone. No entanto, estes equipamentos podem ver o seu nome alterado de Internet das Coisas para Internet dos problemas. Pelo menos, é naquilo que acredita um investigador.

Dispositivos inteligentes que tem em casa podem deixar de funcionar!

Um investigador e consultor de segurança, Scott Helme, fez soar os alarmes acerca de uma questão que pode afetar uma série de dispositivos a partir do próximo ano. Ele revelou ao The Register que muitos dispositivos inteligentes que temos em casa vão começar a falhar nos próximos 12 meses. Falamos em concreto de Smart TVs, boxes de televisão, frigoríficos e até smartphones Android antigos, que podem perder a maior parte das ligações à Internet nos próximos dois anos.

dispositivos inteligentes

O motivo das possíveis falhas é que os certificados de segurança incorporados em muitos dispositivos estão a começar a expirar. Estes certificados possibilitam que os dispositivos digitais estabeleçam ligações online seguras com servidores. Atualmente, com a adoção de ligações seguras para quase tudo, a escala de dispositivos potencialmente afetados é realmente enorme.

O bom é que estes certificados podem ser renovados com atualizações de firmware. Infelizmente, nem todos esses gadgets têm formas de receber a atualização de software após a instalação. Além disso, nem todos os gadgets têm uma aplicação complementar ou interface de administrador. Entretanto, a maioria dos fabricantes chineses não garante nenhum tipo de suporte para os seus gadgets. Portanto, pode ser que muitos gadgets parem de funcionar.

O investigador de segurança também revelou que vários certificados expiram nos próximos anos. Normalmente têm uma duração de licença de mais de 20 anos. Ora muitos dos dispositivos que estão no mercado continuam sempre a executar os mesmos certificados. Isto significa que a uma dada altura terão de ser renovados.

Este investigador afirma que as pessoas deverão verificar a data de validade dos certificados dos dispositivos que estão a comprar. Mesmo os que não se ligarem à Internet. Claro que isto é complicado e eventualmente só com muitas procuras na Google é que será possível fazer.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também