Dark Mode Chrome 79

Quando achamos que já conhecemos tudo acerca do malware para Android eis que surge sempre algo de novo. É que o nossos piores pesadelos podem ter-se tornado realidade. O conhecido site ZDNet revelou que há uma nova ameaça para Android que tem a capacidade de se reinstalar tornando praticamente impossível a remoção. Conhecido como xHelper, o malware foi visto pela primeira vez em Março. Cinco meses depois já tinha infectado 32 mil smartphones. Este número chegou aos 45 mil este mês. De acordo com a Symantec, 131 novos dispositivos são afetados todos os dias, o que dá cerca de 2400 por mês.

malware para Android

Alerta! Nasceu o malware para Android que nunca morre!

O malware para Android revela anúncios pop-up e notificações que dão grandes lucros a quem está ligado ao seu desenvolvimento. Para além disso também leva utilizadores à Play Store onde as pessoas são convidadas a instalar apps premium que dão grandes comissões aos criminosos. O malware pode ser carregado para um smartphone Android através de redirecionamentos que levam o utilizador para um site que aloja aplicações Android. É nessas apps que entra esta ameaça.

Assim que as aplicações infectadas são instaladas, o xHelper instala-se com um download em separado e remove a aplicação que o instalou. O que é estranho é que mesmo que o utilizador faça um restauro de fábrica, a app volta a aparecer. Isto é um mistério para programadores e para as próprias empresas de segurança que descobriram esta ameaça, a Symantec e o Malwarebytes. Ambas afirmam que o xHelper não mexe com o sistema operativo Android nem com as aplicações de sistema. De facto é algo muito estranho. Mesmo que as pessoas removam o xHelper e até desativem a instalação a partir de fontes desconhecidas, o malware regressa sempre.

Aparentemente há algumas versões de antivírus que conseguem remover esta ameaça, no entanto não se sabe por quanto tempo.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.