(COVID-19) Vacina só em 2021? Há esperança para outros tratamentos!

Já temos vários países desenvolvidos a tentar retomar um nível de normalidade na vida da população, algo que tem obviamente os seus riscos, mas que infelizmente tem mesmo de acontecer para não morrermos todos à fome devido a uma crise económica sem precedentes.

Dito isto, é bem provável que tenhamos de conviver com o COVID-19 para o resto das nossas vidas, visto que é um vírus que veio para ficar. E como disse há alguns meses atrás, só existem 3 maneiras de acabar com uma pandemia… Quem poder ficar infetado fica infetado. O calor destrói o vírus. Ou é encontrada uma vacina.

A primeira não é muito desejável devido ao nível de mortalidade e mazelas deixadas pela doença. A segunda parece que não irá acontecer. Por isso, apenas nos resta algum tipo de tratamento eficaz. Dito isto, a vacina só deverá chegar ao mercado em massa a partir do próximo ano, contudo, parece que existe uma outra maneira de combater o Coronavírus!



(COVID-19) Vacina só em 2021. Mas há esperança para outros tratamentos!

coronavírus

Portanto, ainda não existe nenhum tratamento para o novo Coronavírus. Mas já passaram vários meses desde o primeiro caso confirmado na China. Por isso, muitas equipas de investigação já tiverem a possibilidade de estudar este vírus, de forma a conseguir perceber como é que o poderemos combater.

Assim, enquanto a vacina continua a ser testada, parece que existe uma outra terapia com resultados promissores! Afinal de contas, algumas equipas afirmam ter identificado uma série de anti-corpos capazes de matar o coronavírus, sendo possível levá-la para o mercado na forma de um medicamento normal de forma muito mais rápida que uma vacina! Tudo graças ao plasma dos doentes já recuperados.

Ao fim ao cabo, caso não saiba, já temos vários hospitais um pouco por todo o mundo a utilizar plasma de doentes de COVID-19 já recuperados, de forma a conseguir recuperar outros doentes com o sistema imunitário mais debilitado. É uma técnica muito antiga com resultados comprovados, contudo, não pode ser usada em larga escala. Ou será que pode?

Investigadores da Holanda, Israel e Japão já foram capazes de sintetizar anti-corpos capazes de neutralizar o vírus em laboratório. O próximo passo agora é fazer os testes em humanos, de forma a perceber se o procedimento é seguro. Se tudo correr bem, este tratamento poderá entrar em fase de produção em massa muito rapidamente.

Como é que o novo medicamento funciona?

A equipa Holandesa explicou que o seu anti-corpo desenhado para humanos denominado de 47D11 já resultou em ratos infetados com o vírus, tendo como grande objetivo atacar o componente principal do SARS-CoV-2, conseguindo parar a replicação e como consequência disso a infeção.

Curiosamente, esta droga também é capaz de eliminar o antigo coronavírus SARS. Sendo ainda capaz de defender o sistema imunitário de pessoas que tenham contacto com o vírus.

Tal e qual como a vacina, esta droga vai ter de ser testada de forma a que tudo seja comprovado em testes clínicos. Mas tudo indica que a sua produção seja mais facilitada em comparação a uma vacina. Ou seja, se tudo correr bem, este medicamento deverá chegar em grandes quantidades antes de qualquer potencial vacina.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário