(COVID-19) TVDEs e Táxis estão na mesma exata situação?

TVDEs e Táxis estão na mesma exata situação? – Depois de termos noticiado algumas medidas anunciadas pela Uber para manter a segurança dos seus parceiros e clientes, rapidamente tivemos a oportunidade de ouvir vários motoristas TVDE a contar o seu lado da história, oferecendo uma versão provavelmente mais real e também muito mais triste, devido à falta de apoio das plataformas.

Dito isto, a verdade é que não são apenas os condutores TVDE em sofrimento, o mundo dos Táxis também está a lidar com os mesmos exatos problemas. E claro está, os apoios também são escassos.



(COVID-19) TVDEs e táxis estão na mesma exata situação?

TVDE, uber, kapten, covid

Portanto, depois de termos noticiado o que está a acontecer no mundo das plataformas TVDE (Uber, Bolt, Kapten, etc…), vamos dar agora a palavra a um profissional de Táxi da cidade Invicta.

“Boa Tarde, a nossa realidade é idêntica, mas temos algumas diferenças que infelizmente nunca são faladas pelos meios de comunicação.

Portanto, seguindo as recomendações das entidades competentes, também tomámos medidas de protecção para nós e para os nossos clientes. Contudo, os apoios são poucos. As duas centrais tentam apoiar ao máximo. A App FreeNow que trabalha com os Táxis também.

Muito resumidamente, de forma a explicar melhor a situação, a FreeNow ofereceu a alguns motoristas a divisória de acrílico e desinfecção aos carros. Além disto, também trouxe para cima da mesa uma opção para oferecer viagens e descontos a Profissionais da “Linha da Frente”

Entretanto, temos também a FPtaxi e Antral a fornecer a todos os motoristas associados (ou não), uma divisória a um preço muito competitivo em relação a todas as Empresas que vendem no mercado aberto.

Além disto, as centrais que apesar de não terem muito espaço para baixar mensalidades (quotas), devido às suas despesas, baixaram simbolicamente a mesma. Em paralelo, informam sempre que possível os clientes que os carros dispõem de divisória e claro, que os mesmos devem usar mascara para usar o táxi.

Em suma, pela minha experiência, neste momento um táxi a trabalhar na cidade do Porto acarreta mais despesa do que ganho ao fim do mês, devido ao simples facto da oferta ser maior que a procura, mas o cenário poderá mudar nos próximos tempos. (Posso informar que na Central com que trabalho, no dia 04, recebeu um pouco mais de 1000 chamadas.)”


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

 

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também